Reestruturação da dívida?

Reestruturar a dívida não é somente renegociar o seu montante, reduzindo-o, mas também negociar o planeamento do seu pagamento em prazos e/ou juros, etc. Certo?

Então esta notícia não quer dizer que, sem grande alarido, está em curso uma reestruturação da dívida soberana nacional?

Reduziram-se os montantes a reembolsar em 2016 e 2017, e atirou-se o grosso dos reembolsos para 2018 e 2019.

 

Comments

  1. Nightwish says:

    Talvez. É que o FMI, ao contrário da UE, sabe que isto tá mesmo mau.

  2. Quero ser anónimo says:

    É para o PSD se aguentar com os pagamentos da pesada e é bem feito para não deixarem as merdas para os outros resolverem… quando tiveram 4 anos para o fazer.


  3. Onde viu o “regozijo”? O post faz perguntas. Mas claro, fazer perguntas é um problema, certo?


    • As perguntas terminam com o ponto de interrogação. Quanto ao ser pago o que se deve, o que está proposto é adiar pagamentos entrando por 2018 e 2019, o que aumenta a fatura de juros. As perguntas quando são feitas implicam necessidade de transparência e clarificação.


      • Interpreta mal. Fazer perguntas implica que se apela ao esclarecimento e à transparência. Eu, em 1º lugar, gostaria de ver isto debatido. Em 2º lugar, gostaria de ver avaliados os custos e ponderados os benefícios. Tenho muitas dúvidas que esta “reestruturação” seja positiva, mas gostaria de a ver confrontada percebendo quais os objetivos e quais os compromissos. Assim parece ser um simples empurrar com a barriga para ter agora maior folga. Isso significa, geralmente, maiores custos no futuro.

  4. Camaradas says:

    Camaradas, deixar de pagar dívida agora ao fmi é sempre boa solução, os direitolas quando forem novamente para o governo que paguem e se aguentem.