Presidenciais (1): Obrigado

presidenteParticipei activamente na campanha eleitoral de António Sampaio da Nóvoa e por isso, ontem, preferi desligar, afundar o corpo num sofá e ouvir música. Estive pela primeira vez numa mesa eleitoral, uma experiência interessante que me permitiu confirmar que Portugal é muito mais do que aquilo que nos mostram os canais de cabo. E, essa, é a primeira emoção que aqui queria partilhar com os nossos leitores, uma sensação de humildade e de igualdade porque ali, naquele momento, somos todos iguais.

Depois, claro, queria deixar uma palavra a todas e a todos os portugueses que se envolveram no apoio a Sampaio da Nóvoa. Gente fantástica que viveu um sonho, que foi à luta, que fez o que nunca tinha sido feito e que, por isso, conseguiu o que ninguém tinha conseguido. Não chegamos ao nosso objectivo e por isso perdemos, mas foi bonito. Muito bonito. Ninguém ficará chateado se dedicar tudo ao esforço da TITA. Obrigado.

E, para terminar, um agradecimento especial ao António Nóvoa, feito candidato com o nome Sampaio da Nóvoa.

Se ontem estava a doer a derrota (não gosto, mesmo nada, de perder), hoje, mais tranquilo, sou capaz de perceber melhor o seu discurso ontem. Não aceito é o seu obrigado. Não fizemos mais do que a nossa obrigação. Temos é que agradecer a sua disponibilidade. Mais de um milhão reconheceram as suas qualidades ontem. Estou certo que muito outros se juntarão a Nós um dia.

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Para isso é preciso que o PS deixe de ser como a água: insípido, inodoro e incolor.

  2. Helder P. says:

    Também fui um dos mais de 1 milhão de eleitores que votaram em Sampaio da Nóvoa. Teve contra si toda a comunicação social que levava Marcelo no andor, teve que levar com o umbiguismo de uma Maria de Belém que não tinha noção da sua insignificância e fez um cisma no PS, teve Marcelo a fazer de “morto” numa campanha vazia de substância e reduzida a um concurso de Mr. Simpatia.

    E contra toda a adversidade, fez uma belíssima campanha e teve mais de um milhão de votos. Espero que concorra em 2021 e que continue a exercer uma cidadania activa.
    Para o futuro, Nóvoa vai ter é de arranjar um programa na TV, que já se entendeu como é que o sistema está montado.

  3. Ricardo Santos Pinto says:

    Ó, Sampaio da Nóvoa era tão independente como eu. Quem dera a Manuel Alegre ter sido tão independente como Sampaio da Nóvoa foi.


  4. Boa João Paulo.