Às vezes, o tiro sai pela culatra


2016-06-16 tiro pela culatra

Recordando:

ADSE: «(…)o Tribunal de Contas refere que, em Setembro de 2015, a ADSE usou excedentes gerados em 2014 e receitas próprias de 2015 para pagar mais de 29 milhões de euros ao Serviço Regional de Saúde da Madeira que resultou da utilização de unidades de saúde por beneficiários da ADSE entre 2010 e 2015. O Tribunal considera que dois secretários de Estado do anterior Governo “comprometeram dinheiros da ADSE para fazer face a uma despesa que é do Estado e que devia ter sido satisfeita pela dotação orçamental do SNS.”»

CGD: “A Caixa Geral de Depósitos tem, pelo menos, 1.300 milhões de euros em risco no resgate ao Novo Banco.”
O BES foi só mais um prego entre os tiros que o antecederam (p.ex. BPN) e que lhe sucederam (p. ex. BANIF). Um mealheiro do bloco central.

E o que faz a oposição de direita? Opta por lançar no ar a ideia de que nada tiveram com o assunto, ao ponto de precisarem de rigorosos inquéritos e quejandos para que se apurasse… o que fizeram durante 4.5 anos. Depois é só esperar que a correia de transmissão de direita faça o serviço e apostar na curta memória do povo. Funciona sempre, só que às vezes o tiro sai pela culatra – basta que o Parlamento faça o seu trabalho bem feito.

Comments

  1. Rui Silva says:

    E o trabalho parlamentar bem feito de esquerda é…. impedir inquérito parlamentar ao Banif e CGD ?

    Rui Silva

  2. Sebastiao sousa says:

    A Sra Critas,deve saber o que se passou na CGD não acha?E do tempo do seu governo.Acho-o muito esquecida sabe!..Pergunte ao Sr Paulo Portas.Ja agora pergunte-lhe como é que foi a negociata dos Sobmarinos.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s