A Caixa

image

Já foi o banco dos funcionários públicos. Já foi o maior banco português. Já foi uma fonte de receitas.

Depois, a europa disse que havia concorrência desleal,  a troika ditou que negócios lucrativos teriam que ser vendidos e o governo que foi além da troika, depois de concordar com entusiasmo, ainda transformou a caixa em fonte de capital para o buraco do BES.

Passos Coelho admite cenário de recapitalização da CGD por causa do BES
27 DE NOVEMBRO DE 2014, TSF

Passadas estas decisões ruinosas para o banco público, eis que, como esperado e desejado por muitos, a CGD é um problema para todos por ter sido a solução para alguns.

Havendo tanta má decisão a imputar aos governos anteriores, não se percebe porque razão a esquerda bloqueia um inquérito a este banco. Especialmente quando, historicamente, esta mesma esquerda tem tido um discurso crítico quanto à banca.

[imagem]

O nascimento e a morte assistidos

Carlos Araújo Alves

Morte cerebral é morte, conceito definido aliás pela Lei n.º 141/99, de 28 de Agosto: “A morte corresponde à cessação irreversível das funções do tronco cerebral.”
Mas se a pessoa está morta como pôde gerar um novo ser? Pôde porque, apesar de morta, a família decidiu que não fosse cadáver, mantendo artificialmente o aparelho circulatório e cárdio-respiratório em funcionamento até às 32 semanas de gestação do feto. Chegado esse momento, os médicos fizeram uma cesariana a uma pessoa morta.
É muito estranha a ausência de qualquer parecer público do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, sempre tão ávido de dizer coisas nestas matérias, uma vez que a senhora falecida nada deixou escrito sobre a sua vontade. [Read more…]

Pela Escola Pública de todas as cores

Vamos para Lisboa de comboio.

Para os ressabiados, com amor

PSD

Aplausos para mais uma emissão de dívida pública bem sucedida, apesar do dilúvio bíblico que se aproxima? Pouco provável, principalmente vindo de quem faz do “whisful thinking catastrofista” a sua forma de combate político, independentemente dos números do crescimento económico arrasarem por completo a sua estratégia. Alguém está a precisar de mais uns quantos fazedores de opinião nas TV’s e de mais meia-dúzia de jornais servis. O ministério da propaganda não está a dar conta do recado.

Foto: José Coelho/Lusa@RTP

Startup Portugal

Fotografia: José Coelho/Lusa

Fotografia: Dinheiro Vivo/José Coelho/Lusa

O Primeiro-Ministro António Costa esteve no Porto, na sessão de lançamento do programa Startup Portugal, um dos vectores da estratégia do governo do Partido Socialista, apoiado pelo BE, PCP e PEV, para a promoção e incentivo do empreendedorismo. Este programa pretende fomentar o espírito empreendedor e assegurar a sustentabilidade das empresas criadas, procurando obter um impacto positivo na criação de emprego e de valor económico.

[Read more…]

Em contagem crescente

Panama-papers

Já passaram quase dois meses desde que o Expresso noticiou o envolvimento de jornalistas, ex-ministros e de um antigo presidente no escândalo Panama Papers. Desde então, nada. Vai daí, os hereges d’Os Truques da Imprensa Portuguesa criaram um mecanismo de contagem crescente onde podemos acompanhar o passar dos dias desde a polémica revelação que deu em absolutamente nada. Resta saber quantos dias terão passado quando o caso cair no esquecimento. Já não deve faltar muito. Somos sempre umas jóias do moços quando nos vão ao bolso.

Imagem via Vector Open Stock

Mãe de Cristiano Ronaldo em Fátima a rezar pela selecção brasileira

Segundo o Jornal de Notícias: «Mãe de Cristiano Ronaldo em Fátima a rezar pela seleção». Seleção? Efectivamente.

Lixo jornalístico V: as rameiras amarelas

VIsão

Não vou perder com tempo com o óbvio. Quem tem acompanhado a polémica em torno dos contratos de associação percebe de que lado tem estado a esmagadora maioria da imprensa nacional, independentemente do que alguns maluquinhos da terceira linha do ministério da propaganda têm arrotado por aí. São os pivots de amarelo, são as mentiras como a patética história do Tribunal de Contas que quase são transformadas em verdade absoluta, é um micro-protesto que eclipsa o congresso do partido no poder, enfim, só não vê quem não quer. [Read more…]