Um jornal cita o Aventar

Um jornal cita o Aventar a propósito de um tweet da deputada Canavilhas, inspirado, porventura, no artigo do autor. O contrário, como  referido no artigo do jornal, é que seria impossível, atendendo às datas de publicação dos tweets do Aventar e da deputada Canavilhas.

Cerca de uma hora depois de partilhar a notícia e de sugerir a demissão da jornalista Clara Viana, a deputada socialista voltou ao tema na mesma rede social e continuou as críticas, dirigidas àquela jornalista em particular: “Reportagem e opinião não são a mesma coisa. Há espaço no Público para Clara Viana dar a sua opinião”, escreveu. Pouco depois, voltou ainda a partilhar um artigo publicado num blogue, intitulado “Manifestação pela escola pública: a estranha cobertura do Público”, onde o autor reforça a ideia defendida pela deputada.

O jornal, aparentemente, não sabe o nome do blog, pelo que aqui fica a ajuda. Chama-se Aventar.

Prestados estes dois esclarecimentos, pode o jornal corrigir quando for oportuno.

O jornal é o Observador.

Pedro Passos Coelho e o síndrome de Estocolmo

Refém

As lideranças do PSD e do CDS-PP, com o apoio das suas tropas estacionadas na comunicação social, vêm insistindo na narrativa de um governo refém dos partidos com quem firmou o acordo pós-eleitoral. Em declarações recentes, em que acusou o governo de ser “comandado” pelo Bloco de Esquerda, Pedro Passos Coelho afirmou

Há uma coisa que impressiona – não é o Partido Socialista, que escolheu um candidato a primeiro-ministro derrotado, estar à frente de um Governo; é que um partido, que é o Bloco de Esquerda, que tem 10% de resultado, esteja a comandar o Governo em Portugal.

(…) se a moda pega noutros países europeus (…) Não é aquele (regime) em que eu quero viver e democrático é que ele não é.

[Read more…]

Trump 2016

The end is near.

Actividade económica mantém queda iniciada no governo de Passos Coelho

O título deste post, propositadamente provocatório, é factual, como veremos mais à frente, e poderia ser uma alternativa àquele que o Jornal de Negócios fez há dias, numa machete digna de susto. Camilo Lourenço, jornalista de economia, logo atestou, pelo sarcasmo, que a coisa estava feia.
 
2016-06-17 camilo lourenco fb
Depois lemos o artigo, vemos os gráficos incluídos e concluímos algumas coisas.

[Read more…]

Quiosque Regional, #9, O Ribatejo

 

quiosque regional 009 O Ribatejo

O Ribatejo, Semanário regional do distrito de Santarém
[Read more…]

Reserva Alimentar Nacional

Há um perigo silencioso que avança lentamente, mas com todo o vigor, sobre a nossa sociedade e que não está ter, aparentemente, a atenção que merece.

Portugal deveria estabelecer, imediatamente, como principal desígnio estratégico nacional, a criação, e manutenção, de uma Reserva Alimentar Nacional.

[Read more…]

Manifestação pela escola pública: a estranha cobertura do Público

O Público, numa reportagem de Clara Viana, anunciou que a manifestação a favor da escola pública começou com duas mil pessoas. Nada mau, se tivermos em conta que uma manifestação pode começar com uma pessoa. No entanto, espera-se que a reportagem seja objectiva, pelo que o artigo é algo estranho, como se pode constatar, por exemplo, pela necessidade de corrigir o título da notícia. Com efeito, o título inicial “Manifestação pela escola pública começa em Lisboa com cerca de duas mil pessoas” foi entretanto mudado para “Manifestação pela escola pública junta alguns milhares de pessoas em Lisboa”.

O título inicial da notícia pode ser encontrado no Twitter e no Facebook, já que estas redes não actualizam as suas publicações quando a origem muda.

[Read more…]