À margem da lei


A semana passada soubemos que o Director do Museu da Presidência da República foi detido pela PJ. Em causa uma série de suspeitas de crimes de corrupção, peculato e participação económica em negócio. Ainda terá beneficiado algumas empresas na contratação de bens e serviços, lucrando directamente com esses negócios.
De 2006 a 2015 teve à disposição um montante anual significativo. Em média 1,3 milhões de euros por ano. Não é coisa pouca. Como o dinheiro foi gasto não sabemos. Mas deveríamos saber.
Todos os organismos da Administração Pública (Central, Regional e Local) são obrigados a publicitar no portal www.base.gov.pt a contratação de bens, serviços e obras, nomeadamente os montantes, o tipo de contratação e quem contratam. Essa obrigação permite aos cidadãos “fiscalizarem” onde o dinheiro público anda a ser gasto. A Presidência da República nunca o fez. Foi várias vezes inquirida e o caso denunciado publicamente pelo blog madespesapublica.blogspot.com .
O ex-Presidente Aníbal Cavaco Silva não cumpriu nem fez cumprir a lei. E o actual Presidente? A ver vamos, como diz o cego.

Comments

  1. anónimo says:

    São os Yupis dos anos 90. Nunca tiveram um trabalho a sério na vida. Promoveram-se nos partidos do arco da governação. E foram postos a gerir o estado e a governar o país. É a actual geração de políticos no activo.
    Começaram por falsificar diplomas; depois compraram casa no Algarve, e disseram que essa era a sua residência para poderem receber o subsídio; depois mudaram a mobília e os carros de luxo do ministério; depois venderam o património, que estava à sua guarda, a um testa de ferro; depois compraram swaps em troca do emprego para quando saírem do governo; e vão por aí fora a tratar da porca da vida, a roubar e a desbaratar o dinheiro dos contribuintes.

  2. Rui Silva says:

    Mas a República não ia resolver todos estes assuntos ?
    Será que foi em vão que assassinaram o Carlos e o Luiz ?

    Cps

    Rui Silva

  3. Isto não é uma questão de república ou monarquia é uma questão de educação,honradez e amor ao trabalho honesto, que está no gene das pessoas de Bem !!!

Trackbacks

  1. […] trabalho sobre o caso do Museu da Presidência da República. Nem uma palavra quanto ao facto do não cumprimento da lei no gasto dos dinheiros […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s