O efeito do aumento do preço dos refrigerantes no poder de compra dos portugueses


Ontem, no sr. Abreu, paguei 5 euros por 1 prato de sopa + 1 prato de Jardineira + 1 Coca-Cola* + 1 café.
Hoje, no sr. Abreu, paguei 5 euros por 1 prato de sopa + 1 prato de Bacalhau à Braga + 1 Ice Tea** + 1 Café.

* Brincadeirinha, eu não bebo Coca-Cola.
** Brincadeirinha 2, eu não bebo Ice Tea.

Comments

  1. Ana A. says:

    Assim não vale!
    Quer dizer, anda o Ministro das Finanças a dar voltas à cabeça para arranjar receitas extraordinárias, e depois vêm estes cidadãos anti-patriotas e a fingirem-se saudáveis, só para boicotarem o Ministro…

  2. Atenção Ricardo, o efeito do aumento dos refrigerantes só se fará sentir sobretudo a partir de 31 de Março porque a lei permite que os stocks acumulados até 31 de Janeiro possam ser vendidos sem imposto adicional.

  3. Só truques. Conseguir esgotar os stocks vai permitir a fuga em sede de IRC , que tributa, vejam lá, o imobilizado.
    O legislador foi mesmo bonzinho, não foi?

  4. Ricardo Santos Pinto says:

    A descida do IVA da restauração não se notou junto do consumidor – os preços não foram actualizados. Mas vai uma aposta em como agora vão ser?

  5. Onde é fica o Sr. Abreu?

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s