A noite em que Ederson foi a muralha vermelha

ederson

O futebol, por mais voltas e manobras que possamos arranjar nos números das estatísticas, é uma ciência exacta: vence quem marca mais golos que o adversário. Quem é mais eficaz à frente da baliza, vence. E o Benfica foi mais eficaz que o Dortmund. Não se trata de felicidade, felicidade que também existiu mas sim de eficácia: nas duas oportunidades que os encarnados tiveram durante os 90 minutos, marcaram numa. Em 11 oportunidades de golo construídas pelos jogadores do Borussia, nenhuma delas se materializou. O resto? Bem, o resto foi Ederson, coração, alguma sorte à mistura, o carácter perdulário dos alemães e duas gigantes exibições de Luisão e Nelson Semedo no sector defensivo encarnado.

[Read more…]

Desespero 

Samuel Quedas

De repente, sem que nada o fizesse esperar, Passos Coelho desatou aos vivas e aos saltos por toda a casa-mãe do PSD, na Rua de São Caetano, nº 9, logo ali à Lapa…

A esfuziante alegria durou pouco!!! Na verdade só durou até o infeliz ver as notícias.

Afinal, o forte cheiro a enxofre era apenas uma porra de um incêndio em Setúbal… e não a tão ansiada chegada do diabo!!!

Levar governos ao colo era exclusivo do Cavaco? 


Habituem-se. Já agora, lembram-se do chinfrim sobre sentido de estado? Pois.

PSD também vai querer ler a Constituição

O PSD está interessado em ler as mensagens entre Domingues e Centeno. Ao que o Aventar apurou, este súbito desejo de literatura poderá resultar do conhecido “Efeito Retardado do Plano Nacional de Leitura Entre os Nascidos em 1983”. Poderá ser esta a razão pela qual o deputado Hugo Soares veio hoje clarificar que o  PSD quer mesmo ter acesso à transcrição de eventuais mensagens  entre os dois referidos interlocutores. Até porque, repare-se na coincidência, o deputado Hugo Soares nasceu nesse ano também.

Soubemos, ainda, que este tardio desejo por literatura não se satisfaz com os efémeros “Tás bom pá?” e “LOL tá demais” que povoam as mensagens de SMS. Não!, o PSD de Passos Coelho vai, finalmente, ler a Constituição da República, aquela que ele meteu na gaveta durante o seu tempo de primeiro-ministro.

É mais um feito de Centeno. Depois de ter conseguido o melhor défice de sempre e um crescimento económico assim-assim, sem cortar salários e pensões, como o antecessor fazia, eis que também mete deputados a ler. A continuar assim, ainda veremos novamente declamação de poesia durante o plenário.

hugo soares

Hugo Soares, ex-líder da JSD, em pose com livros em pano de fundo.  Foto: Miguel Silva.

André Gomes, o falso tudo!

«Preferia ter o meu próprio estilo, mas acho que sou um misto dos dois. Iniesta e Rakitic são uma referência mundial, eu tenho de crescer, mas eles são modelos para mim

E um misto de Jorge Mendes, outra referência mundial, noutros campos deste futebol. Adiante. Não sei se o André disse isto a brincar ou a sério, mas acredito que o tenha dito com alguma seriedade porque a imprensa espanhola por norma não perdoa este tipo de afirmações e acaba quase sempre por capitalizar sobre o jogador.

Não sendo um apreciador do jogador em causa, apesar de lhe gabar a fantástica técnica individual de drible e de passe, creio que a afirmação está muito longe da verdade, apesar de crer que pese embora tenha sido contratado por um balúrdio muito acima do valor de mercado, o Barcelona viu em André Gomes um jogador muito hábil para segurar vantagens quando o mago Iniesta precisa de ir mais cedo para o banho de forma a poupá-lo para a partida seguinte.

[Read more…]

Fumei mas não inalei

A conferência de imprensa do Ministro das Finanças fez-me lembrar o Clinton, fumei mas não inalei!

O pó da verdade

“Pilatos replicou-lhe: Que é a Verdade?”
(João 18:38)

romanino_pilato_pisogne

Parece ter terminado o folhetim que envolveu o Ministro das Finanças, que chegou a ser ameaçado com uma queixa-crime por deputados cuja credibilidade há muito ficou soterrada em fotocópias a preto e branco e irrevogavelmente submersa no mar profundo.
Ainda assim, não será inútil sublinhar, não relevando, sequer, o objectivo que realmente move os ofendidos, que o Governo, designadamente o senhor Primeiro-Ministro e o próprio Ministro da Finanças, agiram de acordo com aquilo que é o seu dever, respeitaram a dignidade das suas funções, assim como a das instituições do Estado que representam e dos cidadãos que servem.

[Read more…]