Passos Coelho e a estratégia de não levar Portugal a sério


Passos Coelho quer uma “estratégia verdadeiramente nacional que não oculte os problemas”. Saúde-se o empenho do líder do PSD, agora que o seu percurso à frente do partido se encaminha trágica e penosamente para o precipício, mas não deixemos que façam de nós parvos. Ou será que alguém se recorda de alguma “estratégia verdadeiramente nacional” do anterior governo? Seria aquela treta de reforma do Estado de Paulo Portas? Calma, não se cansem a pesquisar. Essa estratégia nunca existiu.

Caso se sinta perplexo com a bizarria de ver um ex-primeiro-ministro falar tão apaixonadamente sobre uma estratégia que nunca teve e insurgir-se contra problemas que tão bem soube ocultar, recomendo a leitura da frase completa:

Precisamos de uma estratégia verdadeiramente nacional que não oculte os problemas, que não crie a ideia de ilusão, de artificialismo sobre a situação em que vivemos e que possa realmente responder aos nossos problemas

Do executivo Passos Coelho, a única estratégia, se é que lhe posso chamar isso sem insultar o termo, pode resumir-se em poucas palavras: cortes, desregulação, desemprego, sucessivos aumentos de impostos, convites à emigração, aposta no empobrecimento generalizado e venda de património público “como quem vende os anéis para ir buscar dinheiro”. Uma bela treta de estratégia para o país, a estratégia de uma vida para uns quantos abutres e alguns milhares de abanadores de bandeiras com as línguas pretas de graxa e de sabe-se lá mais o quê.

Mas fica melhor.

A estratégia agora desejada por Passos Coelho não é uma estratégia qualquer. É, precisamente, a negação do seu mandato. Passos Coelho indignou-se com a ocultação de problemas? Falemos então sobre o Banif, não só no que à fraude da saída limpa diz respeito, mas também na proposta que o governo PSD/CDS ocultou ao país.

Passos Coelho quer falar sobre iludir os portugueses? Recordemos, então, o que disse durante a campanha que o conduziu ao governo, entre outras mentiras descaradas como esta, esta ou esta. Ou esta compilação.

Artificialismo? A sério, Passos, artificialismo? E que dizer daquela falcatrua da saída limpa, anunciada com toda a pompa e circunstância, mas que afinal não passou de um embuste, tal como o embuste da devolução da sobretaxa?

Enfim, muito mais haveria a dizer, que as argoladas do ex-primeiro são uma constante, mas torna-se cansativo bater em defuntos políticos para quem até a mensagem de Natal serve o propósito da mais doentia e desesperada propaganda. Só não há meio de levar o país a sério. Será essa, a estratégia? Valha-lhes o Diabo.

Foto via Dinheiro Vivo

Comments

  1. Ana A. says:

    A vida nunca foi fácil para os vendedores da banha da cobra!

  2. JgMenos says:

    A ilusão geringonça de dizer-se alternativa a um período de excepção, quando aumenta impostos e dá de mamar a clientelas, sempre se incomoda se lhe falam em estratégia e em problemas não resolúveis a bombar dívida.

    • Paulo Marques says:

      Aumentar impostos como o IRS e clientelas como os Sérgio Monteiros desta vida?

    • José Peralta says:

      jgmenos

      Ainda que mal pergunte, e a propósito de “mamadas”, porque não vai “mamar” no FB do carlos abreu amorim ?

      • José Fontes says:

        José Peralta:
        O Olharapo JgMenos gosta mais do leite das mamas de Esquerda.
        As mamas de Direita só dão leite aos Sérgios Monteiros, Antónios Mexias, Eduardos [Pintelhos] Catrogas, etc.
        Como ele não tem unhas para tocar as violas que eles tocam, contenta-se a mamar o leite das mamas de Esquerda.
        Isto é, vive das migalhas do Estado Social, migalhas que acha imorais, que acha que deviam acabar porque o país não aguenta pagá-las.
        Só aguenta de 30 mil euros/mês para cima, como o amigo [dele] Sérgio Monteiro papou para vender o NB.
        Que traste.

  3. José Peralta says:

    Caro João Mendes
    Permita-me publicar neste seu espaço, algo que não tem a ver directamente com o tema do seu post , mas revela a maneira que outros canalhas têm de “não levar Portugal a sério” !

    Neste caso trata-se de CARLOS ABREU AMORIM, deputado e vice presidente “deste” PSD, que alguém na blogosfera, já “apelidou” de “besta gorda” (vá lá saber-se porquê…) !

    Pois essa besta, em 9 de Abril, publicou no seu FB o fotograma de um vídeo sobre “NOVA EMIGRAÇÃO” como se fosse a actualidade ! O que provocou uma série de comentários “exultantes” contra a “geringonça” por parte dos mentecaptos (tipo jgmenos…) que o seguem ! . É este o fotograma :

    Porém, pesquisando na Net, encontrei a reportagem da RTP, de onde o fotograma foi retirado, que foi transmitida em 18 de Outubro de 2012, portanto em pleno “regabofe” destruidor da páfia de passos coelho e vítor gaspar !
    https://www.rtp.pt/noticias/pais/jovem-enfermeiro-emigra-e-dirige-carta-a-cavaco-silva-a-despedir-se-do-pais_v596299

    Aprecie(m) a canalhce desse biltre CARLOS ABREU AMORIM, tão abjecto e ignóbil mentiroso como o patrão de quem é lacaio !

    Desesperada como está, com as sondagens a irem-lhe pelo cano, esta gentalha, já não olha a meios para atingir os “fins” que sentem cada dia mais longínquos.

    O AMORIM pensou que a mentira grotesca, passaria sem se dar por nada, e que o ónus do drama da emigração passaria para a actual situação !

    Enganou-se ! O que só prova não só o ´”nível” a que chegou a sua estupidez, canalhice e ignomínia, mas também o da gentalha a que pertence…

  4. JgMenos says:

    Este Peralta dá ares do típico porta-voz dos explorados.
    Sempre vítimas e nunca responsáveis pela sua mediocridade ou mansa servidão!!!.

    • Nascimento says:

      Olha um lambe cus a falar de ” mansa servidão”😃.Um merdoso rastejador que tem medo da própria sombra,obediente a tudo o que cheira a autoridade.Quando te vês ao espelho tens de limpar a imagem nele refletida com muito cuspo não tens?Escarro.

    • José Peralta says:

      jgmenos

      “Este Peralta dá ares do típico porta-voz dos explorados.
      Sempre vítimas e nunca responsáveis pela sua mediocridade ou mansa servidão!!!”.

      Com respeito à sua atitude de canino serventuário, mansamente de cócoras e subjugado à trela da direitalha clientelar a que pertence, já a conheço de outras paragens.

      E elas falam por si e não enganam ninguém !

      E o facto de ser um “teclado” dessa direitalha, não me diga que não o é para que o deixem “mamar”…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s