Eles estão de volta…


… ainda que em formato aligeirado: Fátima, Futebol e Festival.

Sim, em tempos de geringonça tudo é possível.

Comments

  1. A. Cabral says:

    Comparar a geringonça ao tempo do fascismo só tem duas interpretações, ou não sabe do que está a falar, ou o moço de recados ainda não entendeu que aqueles que querem voltar a viver de fretes já não tem lugar em um País que quer trabalhar.

  2. José Fontes says:

    J. Mário Teixeira:
    O seu post é uma verdadeira geringonça.
    Mas a cunhada pelo viperino Vasco Pulido Valente, replicada na AR pelo irrevogável Portas, ainda vai funcionando, mal, mas funciona.
    A sua prosa é que não se aproveita para nada.
    ———————————————
    Ora ouçam:
    O submarino irrevogável

    E ouçam este homem, tem canções muito bonitas, especialmente no último dos 3 CD que publicou.
    Só mais três:
    Põe de lado o GPS

    Porto de abrigo

    Sempre que o amor acontece

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: