The Geringonça – Coreia do Norte connection

Fotografia: KCNA/Reuters

Podia ser o título de uma daquelas páginas alucinadas de Facebook, inspiradas pelo trabalho não menos alucinado dos spin doctors espirituais da alt-right tuga, controladas por personagens sinistras, afectas à ala mais radical que se instalou na cúpula do PSD, mas não é. Sou apenas eu, que sou um simples parvo, a criar uma conspiração baseada na conspiração do momento, alimentada e promovida pelos mesmos marmanjos que deram ao país grandes êxitos como a lista alternativa de vítimas mortais dos incêndios de Pedrógão. Vocês sabem quem eles são.

Vem esta conexão a propósito do quê, perguntam os caros leitores que tiveram a paciência de chegar ao segundo parágrafo deste conspirativo fake post? Ora, à luz que alumia os nossos mini-Trumps, com os seus brunches, brioches e movimentos da treta que lhes permitam emergir por entre a ignorância que se instrumentaliza com recurso ao emocional e à demagogia barata, os partidos que compõem a so called Geringonça são em tudo idênticos ao regime norte-coreano. Sim, sabemos que andam por aí uns tipos na cena política nacional, com dúvidas sobre a natureza do regime norte-coreano, que não posso nem devo nomear, pelo facto de hoje se celebrar a bizarria do Dia de Reflexão, mas esta é uma daquelas comparações só ao nível do mais idiota e acéfalo poio. Sim, poio. Poio é o que me ocorre ser o recheio cerebral de quem compara um totalitarismo à solução governativa que vigora em Portugal. A Geringonça é tão equiparável ao regime norte-coreano, como o PSD dos Venturas ao Terceiro Reich. Estúpido, certo? Avancemos.

O que sucede? Sucede que, e regresso à conspiração do momento, o já célebre relatório dos serviços secretos sobre o roubo de Tancos, que apesar de não ser da autoria dos serviços secretos já valeu por mais uma fabulosa intervenção do primeiro-ministro no exílio, que não resiste ao harakiri, em Tancos como em Pedrógão Grande, deu origem a um comentário preocupante da parte de Pedro Santos Guerreiro, que afirmou, na SIC Notícias, que “há armamento nuclear a circular não se sabe onde“. Alto e pára o baile! Armamento nuclear? Qual armamento nuclear? Portugal tem armamento nuclear? Porque se tem, só podem ter sido os esbirros do Kim Jong, que transferiram a tecnologia para Portugal, a pedido dos camaradas da Geringonça. Querem ver que isto anda mesmo tudo ligado? Tenham medo, tenham muito medo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.