Que se lixem as eleições!

A participação de Passos Coelho na campanha prejudicou ou beneficiou o PSD?

Comments


  1. Antes pelo contrário!

  2. Jopolito says:

    Beneficiou o País mas podia ter sido melhor se não tivessem eleito nem um eurodeputado, essa rapaziada não faz falta nenhuma.

  3. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Há vários pontos de vista que Passos Coelho terá equacionado.
    Assim, no país real, Passos Coelho teve em 2016 uma maioria, depois de ter andado a praticar, ao lado da Troika, quatro anos munido de um cardápio onde constavam todas as maldades possíveis e imaginárias.
    O povo que tão sugado foi, deu-lhe uma maioria.

    Neste contexto, num país virtual, Passos Coelho pensou, tal como Sócrates pensa, que o facto de se manter afastado da cena política, faz com a gente o esqueça, permitindo-lhe, até, que ele surja como um D. Sebastião qualquer, numa manhã de nevoeiro.

    Concluo dizendo que o povo vota em regime de raciocínio lento, mas não é estúpido e portanto, estou convicto que a sua entrada terá sido mais um prego para o caixote das laranjas…

    • José Peralta says:

      Ernesto Martins Vaz Ribeiro

      Concordo com todo o seu comentário, e destaco o último parágrafo : – “Concluo dizendo que o povo vota em regime de raciocínio lento, mas não é estúpido e portanto, estou convicto que a sua entrada terá sido mais um prego para o caixote das laranjas…”

      Os meus cumprimentos

  4. Rui Naldinho says:

    Pedro Marques Lopes

    “Rui Rio foi na conversa dos que exigiam uma oposição violenta e berraria com fartura e deu no que deu.
    Começou no erro de ir contra a medida dos passes sociais, passou pelo disparate da posição sobre as reposições dos professores e acabou na escolha de Paulo Rangel – que não consegue sair do trauliteirismo.
    Rio devia-se ter livrado logo dos saudosos de Passos Coelho, pelo contrário deixou que eles a pouco e pouco condicionassem a sua agenda. No mesmo sentido já devia ter encerrado o capitulo da anterior governação do PSD, mas continua a deixar que gente no seu partido a esteja constantemente a recuperar.
    Ou o PSD define um rumo longe do passado recente e com novas ideias e aparece realmente de cara lavada nas legislativas ou a coisa vai correr muito mal.”

  5. Ernesto says:

    “A vida das pessoas do PSD não está melhor mas o PSD está muito melhor ” – Luis Montenegro

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.