Saudades da Santa Inquisição

Não vislumbro grande diferença entre este escrito e sermão-tipo de um qualquer fundamentalista religioso, algures numa montanha no Afeganistão. Segundo Ricardo Cristóvão, pároco de Alcobaça, a solução para “romances e poesias mundanas” é a fogueira. Tal como no tempo da Santa Inquisição, em que se queimavam livros e pessoas vivas no fogo purificador, a proposta do clérigo radical passa por reduzir toda a literatura herege a cinzas, pois as suas páginas, certamente obra de Satanás, “excitam a sensualidade” e “inflamam paixões”. No fundo, assegura o padre Cristóvão, trata-se do “meio mais seguro e poderoso para perder os jovens” à disposição do demónio. E basta um destes livros para desgraçar toda uma família. Allah akbar!

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Estas são as aulas de cidadania que uma certa direita desejaria aplicar nas nossas escolas.
    Não estou à espera de ver a cúpula da igreja Tuga a distanciar-se deste idiota. Ela é no fundo, isso mesmo. Uma instituição afunilada no pensamento.
    Também não fico à espera que os comentadores da nossa “direita puritana”, os tais que esgravatam dia após dia nas redes sociais qualquer disparate ou piada de mau gosto escrita ou pronunciada por um qualquer “comuna” mal humorado, se indignem com esta estirpe de sacerdote. Não fosse a ICAR a principal aliada desta gente que gravita nos partidos da direita, do PSD ao Chega.


  2. Os fundamentalistas esquerdalhos, quando denunciados, logo invocam os fundamentalistas religiosos.

    Há todavia uma diferença, os religiosos invocam orientações de uma divindade qualquer, pelo que se creem humildes;
    os esquerdalhos atribuem a sua fé às elaboração dos seus bestuntos – dizem-se cientistas sociais, psicólogos eminentes, políticos visionários, e outras tralhas raramente fundadas em ciência, e sobra-lhes a soberba.

    • Paulo Marques says:

      Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Não julguem ninguém e assim Deus não vos julgará! É que Deus há-de julgar-vos do mesmo modo que vocês julgam os outros, e usará a mesma medida que vocês usarem para os outros. Por que reparas tu no cisco que está na vista do teu semelhante, e não vês a trave que está nos teus próprios olhos? Como te atreves a dizer-lhe: “Deixa-me cá tirar-te isso da vista”, quando tens uma trave nos teus olhos? Fingido! Tira primeiro a tua trave e depois já vês melhor para tirares o cisco da vista do teu semelhante.
      Mateus 7, 1-5

    • José Peralta says:

      Ó “menos”

      Lá estás tu a dar ao rabo, com essa historieta dos “esquerdalhos” !

      Mas serás assim tão estúpidamente incontinente,que vens sempre aqui “mijar” a mesma ladaínha !

      Agora, deste em defender o padreca fascizante de Alcobaça ?

      “Há todavia uma diferença, os religiosos invocam orientações de uma divindade qualquer, pelo que se creem humildes” !

      INVOCAM UMA DIVINDADE QUALQUER ? QUAL ?

      E crêem-se “humildes” como? Como os cardeais da Cúria episcopal portuguesa, cheios dos milhões do, não vil, mas abençoado “metal” das esmolas de crentes desesperados com a notícia definitiva e dramática de um médico, e que vão a Fátima à espera de uma cura milagrosa, que contrarie a opinião clínica ?

      Ou a Cúria Vaticana, cheia de cardeais a viverem no luxo e orgias sexuais, e pedófilas,como no tempo dos seus “irmãos” Bórgia, e à espera da primeira oportunidade de “fazerem a folha” ao Francisco, que até já se confessou “socialista” e, como fizeram ao João Paulo I, ainda jovem e saudável que nem um pero, e um mês depois, “morria de causas desconhecidas” ?

      E como os Papas, não podem ser autopsiados, morreu porque… “foi chamado pelo Senhor”…

      Ó “menos”…cada vez estás…”MELHOR”…


      • Qual a parte que não percebeste de ‘uma divindade qualquer’?

        • POIS! says:

          Pois tem de esclarecer o José Peralta…

          Que ignora que V. Exa. é um perito em partes de divindades. Quando descobre alguma mais proeminente até a convida para ir lá a casa a fim de mutuamente desfrutarem. Do convívio teológico, é claro!

        • Albino manuel says:

          A tua filha

    • Garcia. says:

      Conversa da treta. Se há por aqui fundamentalismos é o desta personagem com o seu discurso repetitivo baseado em alguns chavões apatetados.

  3. José Peralta says:

    Ó padre Cristóvão

    “Tal como no tempo da Santa Inquisição, em que se queimavam livros e pessoas vivas no fogo purificador, a proposta do clérigo radical passa por reduzir toda a literatura herege a cinzas, pois as suas páginas, certamente obra de Satanás, “excitam a sensualidade” e “inflamam paixões”. No fundo, assegura o padre Cristóvão, trata-se do “meio mais seguro e poderoso para perder os jovens” à disposição do demónio. E basta um destes livros para desgraçar toda uma família”

    Desgraçar toda uma família (muitas famílias…) é o que fazem os seus confrades pedófilos, padres e cardeais,com sotainas mal-cheirosas a “pecado” e a lascívia !

    E atrevo-me a pensar que, alegadamente, o Cristóvão que você é, talvez, (repito, TALVEZ !), mesmo quando veste a batina, celebra a missa e dá a comunhão…não tenha nenhuma pulsão libidinosa, sexual, como qualquer HOMEM normal, que você, presumo sem certezas, também você é !

    Portanto, não venha cá com essa “conversa fiada”, da falsa “castidade” padreca, de eunuco frustrado e ressaibiado, apologista da queima de livros, “à hitler” !!!

    Havia nos tempos negros do fascismo, muitos filhos de pais incógnitos) um labéu que os envergonhava socialmente ! Muitos eram filhos de padres e priores das respectivas aldeias e lugares, em concubinato com indefesas e, por vezes, ingénuas jovens “governantas”…

    Estavam entre quatro paredes, elas e os padres, eram jovens, inexperientes e bonitas, “a ocasião faz o ladrão, e cediam á pressão e por vezes chantagem do “violador”, que muitas vezes lhes dizia que com ele,.padre, não era pecado, mas sim “a vontade de Deus” !…

    E o mesmo aconteci (e acontece !) com a pedofilia de certo clero degenerado..e em todo o Mundo, dito “cristão”…

    Ora, PÔRRA, para as suas nefastas, criminosas ideias ! E que Deus lhe perdôe. ó Cristóvão !

    https://encyclopedia.ushmm.org/content/pt-br/film/the-nazi-plan-book-burning

  4. xico says:

    O texto não é do padre mas uma citação de um santo do século XVIII e tem um objetivo moralista, certamente contestável. Mas tão moralista como eu impedir um filho meu adolescente de ler o Mein Kampf. Resta saber se este padre de facto o citou assim, ou se trata de mais uma fake news. Em todo o caso há muita gente que há muito pouco tempo escreveu diatribes semelhantes contra livros e teses que não correspondem ao pensamento politicamente correto. E lembro a censura a livros como tom sawyer e huckleberry finn. Já agora convém lembrar que Afonso Maria de Ligório foi um literato, poeta e homem das artes. Convém também lembrar que parece haver uma guerrinha surda entre o BE e este padre Cristóvão que não fazia ideia de quem era até ler este post e feito alguma pesquisa para perceber o sentido disto. Há uma coisa que sei. Há muito maus livros que não valem o valor do papel em que foram escritos. Nisso o santo do século XVIII tem razão. Quanto à excitação da sensualidade recomendo o velho testamento que entre tantos exemplos excitantes, tem o magnífico Cântico dos Cânticos.

  5. Filipe Bastos says:

    Segundo Ricardo Cristóvão, pároco de Alcobaça, a solução para “romances e poesias mundanas” é a fogueira.

    O João Mendes e a ‘nova esquerda’ não vêem mesmo qualquer paralelo entre o padreca Cristovão e a vossa cancel culture?

    O Cristovão quer queimar tudo que afronte as suas taras religiosas; e não querem vocês proibir tudo que afronte o v/ politicamente correcto? Até a História inconveniente querem reescrever ou omitir, até os filmes ‘problemáticos’ – no newspeak PC – querem cancelar, até um episódio do Fawlty Towers(!) foi censurado.

    Tudo se pode perdoar menos a falta de sentido de humor. A nova esquerda – tal como a religião – não tem um pingo dele.

    • abaixoapadralhada says:

      ” A nova esquerda ” ????

      E a velha direita, que agora se se finge de liberoide.
      Tenham vergonha e assumam-se como o que são.
      O Jgmenos é que vos topa.
      Veio logo defender a padralhada, como direitalho Sa Lazarento confesso. Ao menos nesse aspecto é mais serio que os liberocas fingidos.

    • José Peralta says:

      Filipe Bastos

      Quando o PCP, o CDS,e o PSD, foram a Luanda ao Congresso do MPLA, ao beija-mão, ainda no tempo do Zédu, o Bloco de Esquerda, recusou-se a participar, porque não pactuava com um governo corrupto e com um Povo a morrer à fome”, como mais tarde se veio a provar !

      Paulinho Portas, teceu lôas entusiásticas ao MPLA, e o deputado Hélder Amaral, chegou ao extremo de o considerar um “partido-irmão” do CDS ! (Facto que irritou, sobremaneira o dirigente José Ribeiro e Castro):

      https://tvi24.iol.pt/politica/ribeiro-e-castro/declaracoes-de-helder-amaral-sao-de-alinhamento-com-o-mpla

      Aquando da visitado presidente Marcelo à China, o BE recusou integrar a comitiva, pelo desrespeito da Liberdade e Direitos Humanos naquele país ! E em 2019, na visita do presidente chinês a Portugal, o BE recusou-se a participar nas cerimónias oficiais, invocando as mesmas razões. . E Francisco Louçã, recusou-se :a comparecer ao jantar de gala, pelos mesmos motivos !

      Já antes, em 2005, tendo sido convidado pelo Banco Mundial para participar com quatro outros economistas, incluindo um Prémio Nobel, numa conferência científica em Pequim, Francisco Louçã foi desconvidado por pressão directa do governo chinês alegando razões políticas. Isso, creio eu, deveu-se às opiniões e preocupações públicas, demonstradas por Louçã, relativas, então, às negociações para a venda da EDP à China ! Facto que depois se veio a confirmar.i

      Portanto considerar “a nova Esquerda” refém do “políticamente correcto”, parece-me, no mínimo falacioso !

      Quanto a “omitir a história inconveniente e até os filmes”, eu pressinto o que está a insinuar…e se é verdade, e os factos históricos não podem ser “convenientemente” omitidos… a NOVA Esquerda, jovem, culta e desempoeirada, não tem nada a ver com isso !

    • Paulo Marques says:

      Sabe que isso são decisões de multinacionais e não do BEzinho, certo?

    • Garcia. says:

      O pinto calçudo anterior diz ‘fundamentalismo esquerdalho’ este diz ‘nova esquerda’…..phonixxxx…..Não há pachorra para estes pensadores de alto gabarito

  6. Rui Santos says:

    O texto deve ter si escrito quando Quasímodo, andava agarrado ao badalo.

    Este faz de conta que é um padre é acusado de praticar exorcismo “com cobrança em cash” no interior do Mosteiro de Alcobaça . O padreco defende-se e diz que se fazem jantaradas no Panteão Nacional porque é que ele não pode fazer alí uns esconjuros e limpezas das bichezas malignas.


  7. Quem tem que invocar a inquisição e quejandos modelos de despotismo e intransigência para se dizer ‘progressista’ e ‘não tanto assim’, logo se define pelo que é: servidor de dogmas.

  8. Patolas says:

    A opus dei. ainda hoje tem um index

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.