Saudades da Santa Inquisição

Não vislumbro grande diferença entre este escrito e sermão-tipo de um qualquer fundamentalista religioso, algures numa montanha no Afeganistão. Segundo Ricardo Cristóvão, pároco de Alcobaça, a solução para “romances e poesias mundanas” é a fogueira. Tal como no tempo da Santa Inquisição, em que se queimavam livros e pessoas vivas no fogo purificador, a proposta do clérigo radical passa por reduzir toda a literatura herege a cinzas, pois as suas páginas, certamente obra de Satanás, “excitam a sensualidade” e “inflamam paixões”. No fundo, assegura o padre Cristóvão, trata-se do “meio mais seguro e poderoso para perder os jovens” à disposição do demónio. E basta um destes livros para desgraçar toda uma família. Allah akbar!

Ultraconservadores que não deixam ninguém em paz. Nem as crianças

No limite, este poderá muito bem ser o resultado de ceder aos fundamentalistas, religiosos ou não, que defendem um sistema de ensino vinculado às suas próprias crenças, mesmo quando essas crenças se “fundamentam” em ficções, extremismos ou teorias da conspiração. Ensinar o criacionismo, por exemplo, não pode ser uma opção. Ensinar que a Terra é plana também não. Não numa democracia liberal. Combater esses lobbies obscurantistas, orquestrados por um ultraconservadorismo elitista que pretende estupidificar para reinar, é um imperativo ético para todos os que prezam a democracia, sejam de direita ou esquerda, conservadores ou liberais. Porque o choque que se avizinha, a grande batalha que nos espera, não será entre a esquerda e a direita. Será entre os que se levantarão pela democracia e os que agora saem do armário para a abater. E já começou.

Fundamentalismo religioso e extrema-direita: a mesma luta

P1

O fundamentalismo religioso não é, nunca foi e dificilmente virá a ser um exclusivo dos muçulmanos. Basta, aliás, um olhar atento sobre o que se passa em países como o Brasil, onde seitas evangélicas cristãs manipulam milhões de fiéis com curandeirismos e fraudes como a teologia da prosperidade, e que do dízimo de milhões de pobres e remediados produzem uns quantos pastores milionários, que ascendem aos céus de helicóptero.

A publicação em cima, da autoria de Manuel Matias, assessor do Chega, é, toda ela, uma ode ao fundamentalismo religioso. Tão óbvia, tão desprovida de racionalidade, ética ou moral, que qualquer explicação sobre a mesma se torna redundante. E não causa surpresa, ou não fosse o evangelismo radical um dos pilares que sustenta a ascensão do partido de extrema-direita, quer pela via do financiamento, quer pelo arrebanhamento das mentes frágeis que se submetem ao jihadismo evangélico. [Read more…]

André Ventura ARRASA LIBERDADE DE EXPRESSÃO e PROMETE CENSURA nas redes sociais

AV

Se for eleito, André Ventura promete acabar com a “bandalheira” que é o Twitter. Uma bandalheira onde Ventura chafurda diariamente, como tantos porcos fascistas, e que o deputado de extrema-direita pretende monitorizar a censurar, caso vença as próximas Legislativas. Está ficar crescido, este aspirante a Estaline. Será que já começou a apagar os dissidentes das fotos?

Sem surpresas, André Ventura continua a imitar as piores práticas de Donald Trump, referência máxima dos neofascistas portugueses, a par de Salazar, Bolsonaro e Hitler. Apesar de inexistente no panorama político internacional, Ventura sonha já com o fact checker do Twitter, a sinalizar as fake news que debita diariamente, no processo contínuo de tratar os chegófilos como otários acéfalos, o que, em bom rigor, não anda muito longe da verdade. [Read more…]

Donald Trump, o wannabe Xi Jinping, arraçado de ayatollah

Especado em frente a uma igreja como um espantalho, o devasso presidente norte-americano segura na mão uma Bíblia, logo após ter ameaçado colocar o exército nas ruas para conter os “terroristas”, termo que, por estes dias, serve para classificar manifestantes pacíficos e grunhos infiltrados, ou pouco à imagem daquilo que a China está a fazer com quem se atreve a protestar em Hong Kong. Donald Trump é um aspirante a Xi Jinping, que usa uma Bíblia em vez do livro vermelho do Mao. Um arraçado de ayatollah, portanto.

André Ventura e o Chega são inimigos do Estado laico

RF

Um dos pilares de qualquer democracia consolidada é a laicidade do Estado. Foi uma conquista arrancada a ferros, depois de séculos de domínio do Vaticano sobre reis e imperadores, feito das mais variadas formas de opressão, cruzadas e “hereges” a arder em fogueiras. Em Portugal, as ligações estreitas entre o Estado Novo e o topo da hierarquia de Igreja Católica são conhecidas, sombrias e a total negação dos ensinamentos de Jesus Cristo. E sim, ainda existem por aí uns quantos abades com sangue inocente debaixo das unhas. E não, não foi assim há tanto tempo.

Não é preciso ir muito longe para perceber o quão nociva é a captura de Estados por instituições religiosas. Basta olhar para o Médio Oriente para perceber isso mesmo. Ou até para o papel dos fundamentalistas evangélicos em governos como o de Bolsonaro, onde a pastora evangélica e ministra Damares Alves exigiu recentemente a prisão imediata de todos os juízes do Supremo, por estes não se vergarem as exigências do presidente. A separação de poderes, tal como a laicidade, é, para os fanáticos religiosos, um alvo a abater. [Read more…]

André Ventura ARRASA André Ventura

v

Com este tweet, André Ventura admitiu duas coisas. Que foi feita uma investigação profunda aos seus segredos político-partidários, admitindo a sua existência, e que está ligado a manobras pouco respeitáveis, por oposição às do irmão de Marcelo Rebelo de Sousa. O método Trump tem esta desvantagem: perante factos que o colocam em xeque, a reacção imediata e intempestiva, para consumo instantâneo nas redes, corre quase sempre mal. Só que Ventura não é Trump, e nós não somos tão assim tão ignorantes. [Read more…]

Ecos grunhos do fundamentalismo cristão brasileiro

Eis dois belos tweets do ministro da EDUCAÇÃO do governo fundamentalista cristão do Brasil. Um dos modelos inspiradores de André Ventura e dos fanáticos de extrema-direita que querem ver a Constituição substituída pela Bíblia. Dos terroristas que vendem fábulas sobre pés de goiaba e outras aparições que nunca aconteceram. Dos charlatães criminosos que enganam os mais frágeis com água engarrafada “directamente” no rio Jordão. Grunhos que insultam quem com eles não concorda, com a elevação de um alcoólico em pré-desmaio no tasco da sua rua. Uns e outros são uma ameaça à liberdade e à democracia, em Portugal como no Brasil. É preciso combater esta malta, sob pena de um dia nos transformarmos num Irão ou Arábia Saudita.

As virtudes da Santa Inquisição

SI

Quando me deparei com o artigo de opinião do padre Gonçalo Portocarrero de Almada, não fiquei particularmente surpreendido. Vivemos tempos em que a defesa do fascismo, da tortura e da perseguição de minorias viraram moda. Que o digam os presidentes dos EUA e do Brasil, bem como a extrema-direita que vai fazendo pela vidinha um pouco por toda a Europa. Felizes de nós, portugueses, que só cá temos fascistas palermas, sem ponta por onde se lhes pegue. [Read more…]

Damares Alves: num país normal estaria internada num manicómio. No Brasil é ministra

Este vídeo, bem como os relatos que se seguem, foram notícia no jornal O Globo, do maior grupo de imprensa brasileiro, que, importa referir, é insuspeito de servir a agenda ideológica da esquerda brasileira. Atacou Goulart na década de 60, fez fretes ao regime militar e nunca foi minimamente simpática com os governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Posto isto, o jornal brasileiro elaborou uma lista das polémicas envolvendo a ministra da da Mulher, Família e Direitos Humanos do governo Bolsonaro, Damares Alves, só no primeiro mês no cargo. A lista é rica em casos bizarros, o que não admira, quando a sua protagonista é pastora de uma daquelas seitas estranhas que encenam curas para enganar palermas a quem extorquem dinheiro.

Os casos acumulam-se, sendo que a história da aparição de Jesus num pé de goiaba será talvez um dos mais insólitos e reveladores da sua total desonestidade e/ou falta de sanidade mental. Acrescente-se a isto a oposição ao ensino da Teoria da Evolução nas escolas, bem como os falsos graus académicos, que ostenta, e que justifica como resultantes do ensino bíblico, e ficamos com uma ideia da fraude que é Damares Alves. À beira desta farsante, os cursos de Relvas e Sócrates parecem ganhar outro valor.

Contudo, esta palestra onde Damares afirma que os holandeses masturbam os bebés a partir dos sete meses, parece inacreditável. Parece retirado de uma comédia passada num manicómio. Se um clérigo radical europeu proferisse uma barbaridade destas em público, tenho sérias dúvidas que fosse sequer considerado para um cargo ministerial. Seria, certamente, o prato do dia para humoristas, mas governante, quero acreditar, nunca seria. Damares Alves, contudo, é uma das estrelas do pelotão de fuzilamento que Bolsonaro trouxe consigo para o Planalto. Num país normal estaria num manicómio. No Brasil é ministra.

Brasil: a Santa Inquisição do séc. XXI terá início dentro de momentos

Na sua primeira aparição pública após a confirmação dos resultados, Bolsonaro montou um circo evangélico, que muito terá agradado aos fundamentalistas religiosos que o financiaram. O Brasil é um Estado laico? A ver vamos. A julgar pelo início auspicioso, quem sabe se amanhã não muda o nome para República Evangélica do Brasil? O homem parece ter queda para exorcismos e instrumentos medievais de tortura.

Edir Macedo e Jair Bolsonaro: o fundamentalismo religioso apoia o regresso da ditadura ao Brasil

Edir Macedo, o ayatollah criminoso que lidera Igreja Universal do Reino de Deus, declarou o seu apoio a Jair Bolsonaro. Já se sabia que a IURD é manipuladora, que se alimenta da instrumentalização da ignorância e da exploração dos seus fiéis, comandada por uma elite opulenta que vive o mais longe possível dos desgraçados que extorque, mas esta oposição à democracia e este alinhamento com a violência, com a tortura e com a discriminação, com o racismo e com a misoginia revelam uma faceta que eu não lhes conhecia, apesar de não ter ficado minimamente surpreendido. Nada como uma ditadura violenta “abençoada” por Jesus. [Read more…]

O fascismo da intolerância

islamCarlos Roque,
Maio de 2014

E eis que a Europa está a ser engolida pela extrema-direita…
O que é peculiar no fenómeno é que as análises que se fazem por aí só vão buscar a figura do nazismo para o justificar, quando, na verdade, o Hitler está morto e enterrado e é um outro facto que está a detonar tudo isto: a imigração islâmica.
Os muçulmanos quando chegam à Europa não estão interessados em participar no grande plano de Bruxelas. O que eles realmente fazem é tentar desenvolver comunidades autónomas em território europeu, com os seus micro-souks e pequeno comércio que não se mistura no resto da actividade económica europeia. As que vingam são as mais organizadas, habitualmente radicais e intolerantes, que se regem pela Sharia (a lei islâmica, que não respeita constituições).
[Read more…]