Paga a conta, Amazónia

Mais de seis mil páginas e papel desperdiçado.

Não teria sido mais fácil usar só uma e escrever:

“O Ministério Público é incompetente, os poderosos são sempre ilibados e o juiz Ivo Rosa é um choninhas”.

Entreguem a conta à Amazónia.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Claro que não. 6000 páginas de má prosa fazem com que ninguém as leia, nem ninguém ouça uma pronúncia de 3horas, e acredite que é tudo uma conspiração.

  2. Rui Naldinho says:

    Quando se tenta julgar um regime em vez de crimes pessoais, por norma gasta-se muito papel, os crimes ficam no mínimo por julgar por falta de provas cabais, e o regime continua com outros personagens, para que nada mude.
    Eu vivo num misto de raiva, por José Sócrates não ser acusado, por sentir que a Justiça não funciona, por ser incompetente, arregimentada, mas ao mesmo tempo um misto de gozo, por ver a cara de alguns jornalistas, como o José Gomes Ferreira a espumar pelo nariz. Idiota.
    Há uma direita que sempre quis julgar José Sócrates, não pelo crime em si, mas para moldar a personalidade deste à esquerda, como se o homem alguma vez tivesse em momento algum representado a esquerda, e muito menos a social democracia.
    Não era por acaso que o fulano admirava Sarkozy e Berlusconi, duas personalidades controversas, mais pareciam estrelas da vida mundana.
    Uma direita que branqueou sempre que pode todos os crimes de colarinho brancofeitos por gente da sua área política de intervenção.
    Estavam à espera de quê?

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.