Impunidade (a)provada

A Procuradoria-Geral da República do Brasil acusa Michel Temer de ter dirigido uma organização criminosa e de obstruir a Justiça. Mas, mais uma vez, o Presidente da República brasileiro escapa a processo de investigação por parte do Supremo Tribunal Federal. É essa a vontade dos representantes do povo brasileiro no parlamento. Naturalmente, Temer alega que é “vítima de conspiração”.

É a segunda vez que isto acontece, mas ainda não dá para acreditar. A minha crença na humanidade e na sua ordem esvai-se de dia para dia.

Donald Trump anuncia a sua escolha para o Supremo

Aqui, em directo, na página de facebook da CNN. O tal que supostamente julgará Hillary Clinton num sumário pouco ortodoxo. Meanwhile, Hillary is probably pressing “delete”.