FUTaventar: os mitos da BCI

Caiu-me no perfil do Facebook mais um vídeo do “À Lei da Bola“.
Desta vez o ENORME Pedro Ribeiro faz uma reflexão sobre os dois critérios que tornam atractivos jogadores para o FCP e para o SCP. Simples:
1 – Ter jogado no Benfica
2 – Ter interessado ao Benfica.

No ponto 1 entra o João Pereira. No ponto 2 o reserva dos suplentes do Atlético, o Falcão, o Pereira… E isto tudo apesar da equipa reserva do Benfica – com Luís Filipe, Carlos Martins e Urreta – ter conseguido esmagar o rival daqui do outro lado do rio.

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/ziqGZCmTenAM7RJrQT3h/mov/1

E partindo desta ideia gostaria de recorrer ao Aventar para reforçar um Mito azul:
“O Porto torna FANTÁSTICOS os jogadores que no BENFICA não deram nada”.

E como todos os mitos, eu um crente na religião vermelha, venho apenas dizer AMÉN. Vejamos esta equipa plena de sucessos:
– Guarda-redes: Sergei Ovchinnikov.
– Defesa: Kenedy. eehehehe ou Pedro Henriques.
– Médios: Cândido Costa. Uma estrela que deixa as camadas jovens do BENFICA num golpe de génio do PC…
Panduru. Um tipo que prometeu o céu…

E a maior das estrelas… SOKOTA – 21 golos no BENFICA. ZERO.ZERO no Porto.

Mas há mais.. alguns jogadores que saíram do BENFICA deram certo no Porto: os Portistas costumam usar o Deco e o Maniche ou até os russos dos anos noventa. Os factos:
Deco NUNCA vestiu a camisola do BENFICA. Quando andou lá por perto, era um médio que gostava de jogar encostado à linha e, talvez por isso, nem sequer chegou a começar.
Maniche jogou 54 jogos no Benfica, marcou 11 golos e chegou a capitão. O sucesso chegou sob a forma de todas as conquistas no Porto, mas está longe de ser um falhado no BENFICA.
Os russos: Iuran e Kulkov. Ambos, campeões pelo Benfica, foram para o Porto e fizeram o mesmo. Nada de extraordinário.

Espero com este pequeno, mas demagógico post, ter ajudado a reforçar o mito da bci, que “Vermelho és, azul serás!”

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.