É trabalhar, vilanagem!

Aproveitando o facto de estar aprovada a meia hora de trabalho extraordinário no sector privado, resolvi publicar este texto meia hora mais tarde do que estava a pensar, o que se traduziu num ganho imediato de produtividade para o Aventar.

Ainda assim, penso que esta medida peca por defeito e defendo que estas decisões deviam estar completamente liberalizadas, dando aos patrões total autonomia para obrigar os trabalhadores a oferecerem mais horas de trabalho, porque só assim é que a produtividade aumentará. Para além disso, deviam acabar com as férias pagas, os intervalos para almoço ou a segurança social, até porque foi assim que a maior parte da humanidade trabalhou, desde o início dos tempos. E construíram as pirâmides e o Convento de Mafra, não construíram? Afinal, é fácil resolver o problema da produtividade.

Comments


  1. Parece que estes “patrões” não sabem o que é motivação e o que esta mesma se reflecte na produção e qualidade de vida… haja alguém com horizontes que nos possa guiar e levar avante este empobrecido País…


  2. Eu direi mais: trabalhar de sol,a sol é que era, ou mesmo de noite e de dia e sem salário que era para aprenderem a ser escravos como deve ser!
    Porque a escravatura está a chegar devagar devagarinho…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.