Juros da Troika equivalem a 20 linhas TGV Lisboa-Madrid

Segundo a revista Visão, os juros a cobrar pela Troika ( 34.400 milhões de euros num empréstimo de 78.000 milhões) correspondem a:

38 pontes Vasco da Gama

10,5 novos Aeroportos de Lisboa

20 linhas TGV Lisboa-Madrid

123 aviões Airbus A 380

17,5 fábricas Autoeuropa

265 hospitais

Não será isto aquilo a que chamam “viver acima das nossas possibilidades”?

Almoço Aventar

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entre beber histórias e experimentar a deliciosa gastronomia, é difícil escolher. Excelente lugar de almoço, novamente.

As histórias tinham a graduação exacta para todos ficássemos convenientemente embriagados.

Como é evidente, por sermos um blogue verdadeiramente plural e, portanto, popular, continuamos a almoçar em tascas, neste caso na coimbrã Taberninha.

Vírus mortíferos criados em laboratório

Cientistas holandeses induziram mutações no vírus H5N1 da gripe da aves e transformaram-no num vírus capaz de de ser tão transmissível entre humanos como, por exemplo, o da gripe sazonal. Este vírus, no entanto, é altamente letal e estima-se que possa matar seis de cada dez pessoas  infectadas. Ainda que tenha alguns defensores, as condições de segurança teriam que ser tão apertadas que, fatalmente, um dia algo correria mal. Como diz a lei de Murphy, se pode dar errado, um dia dará seguramente.

Não é só ter meios, tecnologia e “brilhantismo” intelectual capaz de elaborar teorias científicas inovadoras. Bom senso precisa-se, e muito.

Aventário

Há dias em que me apetece comemorar (que, em Latim, quer dizer ‘lembrar em conjunto’). No momento em que me estiverem a ler, estarei a almoçar na minha cidade na companhia de alguns dos companheiros de blogue. Estarei a comemorar.

Tenho bastante dificuldade em fazer parte de colectivos, talvez porque padeça do vício da hesitação, talvez porque me falte um certo arremesso de generosidade apaixonada. No entanto, nunca me senti tão integrado num grupo como no Aventar.

Para isso contribuiu, em primeiro lugar, a amizade antiga com o João José Cardoso. Logo a seguir, senti-me confortável graças ao acolhimento de todos os outros. Finalmente, a minha primeira participação num convívio prandial fez-me associar nomes a caras, a pessoas, e o conforto, o aconchego aumentou.

Contudo, a verdade é que o gosto por fazer parte deste grupo não se deve apenas a amizades ou a empatias ou a almoçaradas, por muito fundamentais que sejam. Aqui, sinto-me desafiado a tentar ser melhor, por desejar estar à altura de todos os que fazem o Aventar, o que não é fácil diante de tanta criatividade, de tanta iniciativa, de tanta capacidade de intervenção cívica, factores visíveis, por exemplo, na tradução do Memorando de Entendimento ou na publicação do vídeo com que o Ricardo Santos Pinto lembrou as promessas de Pedro Passos Coelho.

O que mais me espanta, no entanto, é o desejo de dar voz a todos os quadrantes, em sentido contrário à tendência que todos temos em juntar-nos às nossas tribos políticas ou outras. É por isso que os esquerdistas que infestam o blogue clamam por vozes de direita, é por isso que os portistas desejam que os benfiquistas escrevam, é por isso que os republicanos querem ler os monárquicos, mesmo que nos digladiemos nas caixas de comentários ou no correio interno.

Tinha mais coisas para escrever, mas já estão aqui a encher-me o copo. À vossa!

Catroga apontado para a EDP faz todo o sentido…

Expresso 2011-12-03… desde que no trabalho use uma Thermotebe. Como se sabe, estas camisolas funcionam por geração de electricidade estática quando friccionadas contra os pêlos corporais. Portanto, nada mais indicado para a EDP do que o homem do pentelho.

Relatório da Reforma Hospitalar: consulta pública

O Ministério da Saúde submeteu a consulta pública o relatório do Grupo Técnico da Reforma Hospitalar.

Segundo as primeiras informações que obtive, manifestei aqui reservas, a meu ver fundadas, sobre aspectos de segurança para os doentes, falta de condições estruturais e de horários dos Centros de Saúde para atender, em 12 horas, Sábados e Domingos incluídos, doentes, triados como “não urgentes” pelos serviços de emergência hospitalar.

No ‘site’ do Ministério da Saúde, pode ler-se que o trabalho se integra no compromisso assumido com a ‘troika’ para os serviços de saúde do Estado. Os objectivos da ‘troika’ são predominantemente economicistas, como se pode ler no ponto 3.49 e seguintes da parte do memorando dedicada àqueles serviços:

Revisão substancial das categorias isentas de pagamento com o Ministério da Segurança Social, aumento das taxas moderadoras, indexação destas taxas à inflacção, reduções de 30% em 2012 e 20% em 2013 nos orçamentos dos subsistemas da ADSE, Serviços de Saúde Militares e da Administração Interna (Polícias), controlo de preços de medicamentos e prevalência da prescrição de genéricos, prescrição electrónica de medicamentos e de meios de diagnóstico, regulamentação do mercado de farmácias, implementar medidas para reduzir em 200 milhões de euros os gastos dos hospitais de 2011 a 2012.

[Read more…]

Hoje dá na net: Mondego

Daniel Pinheiro produziu este documentário como trabalho final do seu “Masters´s Degree in Wildlife Documentary Production from the University of Salford“. Do Mondeguinho à Foz, em 15 minutos expande-nos a visão do rio que me atravessa os dias. Fiquei a conhecer uns vizinhos bem simpáticos. Excelente.