General Humberto Delgado regressa hoje ao Porto

Não vivi os sentimentos de 1958 no Porto.

Ouvi falar muito de Humberto Delgado pela voz de pessoas que no dia 15 de maio (há quem escreva 14) estiveram no Porto.

Sente-se algo de parecido hoje. Há qualquer coisa no ar de diferente. Há gente que nunca vai e hoje telefona a dizer que vai lá estar.

Hoje respira-se Liberdade por aqui!

Rigorosamente a não perder numa Praça perto de si.

Por mim, vou! AGORA!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.