Matar na Estrada

Em Portugal dá menos cadeia que roubar para comer.

Comments

  1. nightwishpt says:

    Porque todos os casos são iguais aos olhos da lei ou qualquer disparate do género…


    • E há que notar que as mortes na estrada são popularmente tidas como “acidente”. Não são, portanto, “homicídio por negligência” ou “na forma tentada”.
      São… acidentes, “coisas que acontecem”.


  2. E há ainda una outra coisa: Porque é que o nome destes senhores/as não é dado a conhecer quando são descobertos?


  3. Inocente quando atropela, mata e foge? Neste caso, a prova ficou bem evidente nos corpos destroçados.O julgamento em tribunal será para adequar a pena ao crime. Ficaremos pelas ‘coisas que acontecem’? Ou uma prisão domiciliária com puseira electrónica?


    • Antero, “até prova em contrário” quer dizer que apenas um tribunal pode atribuir responsabilidade ao culpado.
      Como sabemos, alguns “criminosos” são inimputáveis, logo não responsabilizáveis.
      Só assim se pode perceber a forma como se governa Portugal: não há culpados porque gozam de imunidade para-lamentar…


  4. Até tem lógica… Afinal de contas se roubarmos comida, hoje em dia o mais comum é efectuar-se o roubo nas grandes superfícies, propriedade de algumas das Famílias que mandam em Portugal, logo o castigo para os ESCRAVOS que têm a ousadia de roubar os Donos, tem de ser severo!
    Por outro lado um escravo matar outro, ainda por cima de automóvel, não afecta muito os seus Donos…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.