Pão para os pobrezinhos

broker

Qual rainha santa dos tempos modernos, uma senhora broker de Vigo, cuja pose de senhora broker de Vigo podem admirar na foto que encima estas linhas, decidiu atirar, no próximo fim de semana, três mil pãezinhos de leite para que os pobres galegos possam afoitamente apanhá-los e assim matar a fome.

A senhora broker de Vigo chama-se Cristina de Andrés e já há algum tempo que cultiva o generoso acto de lançar coisas para os pobres da varanda dos seus escritórios. No ano anterior, por exemplo, fez chover neve e 500 quilos de caramelos.

Este ano, porém, e “para trazer paz, harmonia e alegria nestas datas”, a senhora De Andrés achou melhor matar a fome do que alimentar a gula, e preferiu contratar os serviços de uma padaria para produzir os milhares de unidades de pãezinhos a que os pobres hão-de ferrar o dente.

Diz a senhora De Andrés que o seu “único e exclusivo propósito” é o de que “ninguém fique sem pão nestas datas” e acrescentou que pretende “demonstrar que unidos podemos pôr em prática sonhos e ilusões”.

A senhora broker de Vigo não deve saber, mas seria bom se alguém lhe fizesse chegar esta informação, que a uns meros 600 quilómetros de Vigo, abriu a primeira loja de guilhotinas da Europa e que os pobres, ingratos como são, são gente capaz de um dia estar a apanhar o pão que cai das varandas e no outro a conduzir brokers ao patíbulo. Se eu acho bem? Não acho. Mas quem semeia miséria só pode colher a revolta.

Comments


  1. que coisa querida….

  2. xico says:

    Só não gostei da comparação. A rainha santa, tinha conhecimentos acima da média para a época sobre medicina e aplicava-os directamente em quem precisava, e quando dava olhava nos olhos e entregava nas mãos. Não atirava pela janela.
    Mas que a moça da fota é fofinha, é: e tem um pescocinho lindo…

  3. maria celeste ramos says:

    Afinal não é só em portugal que há caridadezinhas – mas esta senhora yin-yang tem que se lhe diga ?? ou que se olhe ?? tem mesmo pose de benemérita


  4. Em Aveiro, nas festas de São Gonçalinho, há a tradição de se atirarem cavacas aos populares que, levantando as saias, abrindo guarda-chuvas ou apanhando-as do chão, lá vão levando o que comer para os próprios e para a família.
    O que se poderá dizer disto?

  5. nightwishpt says:

    Eu não sei se acho bem, acho melhor que a alternativa. Esta gente só quando voltar a sentir medo pela própria pele é que vai voltar a fazer algo pelo povo.

  6. Toni Pereira says:

    Há algo de muito sanctimonioso em demonizar a senhora. há mais sinceridade nisto do que na doação de 500 milhões de Dolares do fundador do Facebook(as migalhas dele…) e de outras estrelas bem abonadas que são actos de auto-promoção bem mais irritantes.


  7. Já alguém se lembrou de perguntar aos pobres o que pensam da generosidade da senhora? Se calhar iam ter uma surpresa!…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.