Pena

É cada vez mais o que sinto do Presidente de alguns Portugueses. Morrem três bombeiros (pelo menos) e sua excelência continua de férias. Morre um dos carrascos do nosso presente e sua excelência vem lamentar a sua morte. Tenho pena de um país que tem um presidente assim.

Comments


  1. Boa Besta.


  2. Esse fulano que não é o meu presidente, já devia ser remetido para o seu lugar certo!


  3. Não há muito que dizer desta aberração… Já não há muito mais que dizer que não tenha sido já dito.


  4. Sinceramente eu sinto vergonha, neste momento, por todos os Bombeiros que deram a Vida para salvar outras vidas e seus haveres.
    Sinto vergonha pelos Familiares dos Bombeiros que deram a Vida para salvar outras Vidas e seus haveres.
    Sinto vergonha de ter um Presidente que deveria ser de TODOS os Portugueses mas que é só de alguns.
    E, esses alguns, pese embora respeitar os mortos, contribuíram, também, para o colapso de um Portugal que deveria de ser de TODOS os Portugueses.
    Mas não é.
    É só de alguns.
    Daqueles que até o Presidente que deveria de ser de TODOS os Portugueses, interrompe as férias.
    Mas pelos que deram a Vida por Portugal a arder, não interrompeu.
    Espero que a casa dele, se um dia arder, os Bombeiros Portugueses estejam TODOS de férias.


  5. Este é o presidente de alguns portugueses. Sou português mas ele não me representa. Por ele nunca nada fiz, não faço nem “Façarei”


  6. Morreu um inimigo do povo este homem despresava profundamente os pobres, era daqueles que talvez disse-se o que Maria Antónieta disse “se o povo não tem pão coma Brioches”. Julgava-se pertencente a uma raça superior, mas a vida deu-lhe uma lição, não se perdeu nada!


  7. Uma morte é sempre de lamentar, amigo ou inimigo, no caso do banqueiro, inimigo, no dos BOMBEIROS,amigos irmãos! O que não é de lamentar mas sim de condenar veementemente é a atitude do que se diz Presidente da República Portuguesa e não passa de uma triste figura que envergonha quem é Português, não lhe chamo palhaço, pois com isso estaria a OFENDER quem exerce essa profissão tão bonita!!!


  8. A culpa é só uma. A de quem vota…….


  9. Este comentário foi editado porque tinha linguagem que me parece ofensiva.


  10. bastou publicar um mangito à memória deste traste para aparecerem logo uns quantos pungidos a debitar “caridade cristã”.
    Pronto, se querem dar emprego a fabricantes de lenços descartáveis, estou como o outro.
    Agora que nos venham com lições de moral, ALTO E PARA O BAILE.

    Esta gente não merece respeito nem no artigo da morte.
    A não ser que queiram imitar o padre confessor dum conto de Boccaccio que encomendou “a alma a Deus” a um grande traste que se pôs a debitar lérias hipócritas antes de esticar o pernil.
    Ou então, voltar a fazer figuras destas :


  11. É o Presidente que temos e a vergonha de políticos que o povo elegeu,dou as minhas condolências ás famílias dos bombeiros e seus amigos e companheiros e a minha homenagem sincera a todos os BOMBEIROS deste Pais pelo esforço e coragem que tem tido.Eles é que são heróis não quem diz que já ganhamos muito e que nos devem baixar os ordenados como esse Antonio Borges disse.


  12. Este Presidente não presta para nada a não ser para se
    aproveitar do Povo , que despreza como esse nojento
    do António Borges , que só defendia a Banca Corrupta ,
    tal como o Escavacado da Silva , que escavacou todo
    este País , que ficou cheio de buracos .
    .

Trackbacks


  1. […] da morte de António Borges, e do que já foi escrito aqui e que subscrevo, publico um artigo sobre a morte e José Hermano Saraiva, que se aplica a António […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.