Autor convidado – Paulo Guinote

25 de Abril

Paulo Guinote – A Educação do Meu Umbigo

Tinha 9 anos, não pude combater pelo 25 de Abril. Sou apenas um beneficiário da Liberdade e da Democracia que nasceram há 40 anos.

A comemoração do 25 de Abril deveria ser algo consensual, mas, em simultâneo, é impossível que o seja.

Porquê? Porque há muita gente que dele se quer apropriar e outra tanta que o quer esquecer, mesmo se quase tudo lhe deve. Ao fim de 40 anos parece que há quem pareça querer contar os tostões gastos em tal comemoração.

É triste, é mesquinho, é vergonhoso.

O 25 de Abril não é de todos porque há quem dele não goste. Tudo bem, estão no seu direito, mas esse direito só é possível graças a esse mesmo 25 de Abril.

Era bom que disso se lembrassem.

Comments

  1. Bento 2014 says:

    Sinto-me embraiado, o motor ronca mas a trotineta não se mexe. Não há respeito pelo 25 de Abril quando ainda hoje todos o querem cavalgar como sendo propriedade sua, mesmo o que lhe saltaram em cima á pressa. Por este andar nunca mais chega Maio.

  2. JgMenos says:

    «Há vida para além do orçamento!» uma post resumido em 6 palavras!

Trackbacks


  1. […] Autor convidado – Ana Cristina Leonardo Uma memória do meu 25 de Abril* Ternura dos quarenta Autor convidado – Paulo Guinote O Rebuliço 40 anos desta espécie de democracia Já a seguir: governo concessiona governo Todos […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.