Os jotas são só os do PSD?

Não raro lemos e ouvimos, sobre um político, “é mais um jota!”. E isto é referido como comentário depreciativo do personagem em causa. Vejamos o CV deste: Licenciatura em Direito, dirigente associativo, militante de uma jota, deputado municipal (Lisboa, 1982 e 1993), deputado à Assembleia da República (1991 e 1995), vereador eleito ao município de Loures (1993), dirigente de um partido político (1987/1990 e desde 1994 até agora), Secretário de Estado (1995/1997), Ministro (1997/2002 e 2005/2007)), deputado e vice-presidente no Parlamento Europeu (2004/2005), Presidente de Câmara (2007/2014?). Trata-se de António Costa, candidato a dirigente máximo do PS, e consequentemente candidato a 1º. Ministro. 

Será o preferido de muita gente, até da Impresa/SIC, mas porque é que ninguém o apelida de “jota” como fazem a outros?

Comments


  1. Porque ainda não calhou. Não é menos jota que os Passos Coelhos e os Seguros. e não acreditando que Costa vá mudar alguma coisa no PS, quer me parecer que será um bocadinho (muito pequenino) melhor que os dois fantoches actuais. Mas estarei enganado…

    • Marquês Barão says:

      Consegue medir os fantoches ao milímetro. Lá calha.

  2. Marquês Barão says:

    Será porque quem se mete com eles leva?


    • LOL Marquês, és um jotinha ressabiado?

      Já agora, quem é que levou deles? Cumprimentos aos seus colegas parasitas do aparelho, sim?

      • Marquês Barão says:

        Se o seu melhor argumento é carimbar quem respeitosamente diverge do seu ponto de vista, estamos conversados. Eu não caio na indelicadeza de classificar pessoas de quem desconheço caracter e comportamento. Olhe, ao Assis parece que até partiram os óculos e é da casa.


        • Sim porque o argumento “Será porque quem se mete com eles leva” é dos melhores argumentos da história!

          E fazer uma pergunta não é carimbar. Se não é jota ressabiado basta responder “está enganado”. Já viu, how fuckin simple?

  3. Ferdinand says:

    O Centrão tem sempre que criar um novo “salvador da pátria” de tempos em tempos de forma a poder perpetuar-se. Foi assim com Passos Coelho, foi assim com Sócrates, e normalmente é assim com todos os candidatos a PM. Agora é a vez de António Costa, é a “the new big thing”, António Costa será poupado por enquanto até o dia em que o pouco “hype” desvanecer, nessa altura o Centrão já terá arranjado um novo “salvador da pátria”, desta vez um jota qualquer do PSD.


  4. Pela mesma razão de que só alguns é que são “idosos”.
    Os Rolling Stones são “idosos” ?


  5. Ou seja, as suas mãozinhas ainda não produziram um único cêntimo em prol da economia deste país.


  6. deve ser pela mesma razão que nos referimos a regadio e lamaçal, em vez de terra.