O perigoso pensamento económico da esquerdalhada

hammer and sickle

Há pouco mais de 3 meses surgia o Manifesto dos 70, uma iniciativa levada a cabo por um grupo de personalidades de diferentes áreas da sociedade, que conseguiu a proeza de afinar pelo mesmo diapasão gente tão diferente como Francisco Louça ou Bagão Félix. Os subscritores deste manifesto defendiam que a solução para a crise que o pais atravessa passaria forçosamente pela reestruturação da dívida e, como seria de esperar, a tropa de choque do governo e das entidades que compõem a Troika veio rapidamente a terreiro diabolizar a iniciativa.

[Read more…]

Conquistas e direitos adquiridos, eis Detroit…

Ou como uma conjugação de factores que vão dos sindicatos às políticas sociais, passando por políticos e burocratas, levaram uma cidade à falência.

Tudo se resume numa pergunta, enquanto consumidor está disposto a pagar mais 1000 $usd pelo seu carro, para manter o status quo? E caso não esteja, deverá ser o contribuinte a fazê-lo através de sucessivos bailout?

Quando deixa de existir quem pague, sabemos sempre como termina…

Agora sim, era tempo para perguntar “Qual é a pressa?”

Oposição critica Governo pelo pouco tempo para debater pacote do jogo ‘online’
(…)
Mais do que sobre o conteúdo do pacote legislativo, os deputados centraram o início da discussão sobre o pouco tempo dado ao parlamento para o analisar e debater, uma vez que só entrou na Assembleia da República na sexta-feira passada e foram dados dois dias para debate e votação.

“O Governo pretende aprovar legislação sobre jogo, alterar legislação sobre jogo (…), tipificar ilícitos criminais previstos até 8 anos de prisão, dar isenção de IRC, (…) alterar o código da publicidade e fazer tudo isto numa proposta de autorização legislativa”, criticou Bruno Dias, do PCP.

O deputado comunista questionou assim a transparência deste processo: “Que interesses estão por detrás? Como se faz isto num processo que dura 48 horas na AR”, questionou, considerando que uma matéria “desta sensibilidade” não pode ser resolvida deste modo.

Em resposta, Adolfo Mesquita Nunes afirmou: “O único interesse é terminar com uma actividade económica forjada na ilegalidade”.

Dois dias para debater um votar um diploma? E, pior, dar isenção de IRC a empresas de jogo online? Isto só pode ser piada de mau gosto de um governo que apenas sabe aumentar impostos para os contribuintes!

Esta esquerdalhada irresponsável!

FMI diz que afinal teria sido melhor reestruturar a dívida de Portugal

O labirinto do verdadeiro poder

BES

Segundo o Expresso, a Portugal Telecom investiu, já durante o ano de 2014, 900 milhões de euros no Grupo Espirito Santo. À primeira vista parece simples mas não é, pelo menos para mim que sou leigo nestas coisas da trapacice financeira. Ler uma notícia destas, para mim como para a esmagadora maioria dos portugueses, é como estar perdido num labirinto de bancos e sociedades gestoras de participações, onde quase todos são accionistas uns dos outros e em cujos conselhos de administração abundam destacadas figuras dos 3 partidos do arco da governação, não vá ser preciso um “empurrãozito” aqui ou acolá.

[Read more…]

Mostrar que se é poupado custa um dinheirão

Jardim gastou meio milhão para provar que não é despesista

postais da xávega, torreira (3)

http://ahcravo.wordpress.com/2014/06/25/cronicas-da-xavega-torreira-11/

http://ahcravo.wordpress.com/2014/06/25/cronicas-da-xavega-torreira-11/

Última crónica do Mundial [Portugal/Gana]

estadio_mane_garrincha_jogo_PT_Gana_26Junho2014

Volto ao bar do Sérgio e a esse exercício disfórico que é deixar atrás de mim a tarde ainda tão diurna para entrar a meio dela na escuridão de um bar. Outros já lá estão, companheiros do primeiro jogo, cumprimentamo-nos como náufragos que se reencontram numa gruta sombria para fazer juntos qualquer coisa  ilícita. A rua fica de novo subitamente deserta, a tarde outra vez suspensa durante o tempo de um jogo de futebol que é muito mais do que um jogo de futebol. Naquele jogo joga-se a ideia de um país. Quantas expectativas há nele depositadas, como apostas delirantes jogadas em favor de uma ideia de grandeza cuja comunhão apenas através dele se realiza? No bar do Sérgio temos todos fé, ou não fôssemos nós portugueses. A palavra milagre anda por ali perto e queremos todos ser testemunhas desse fenómeno extraordinário que premeia os crentes.

[Read more…]

Com o acordo ortográfico, as crianças perdem o contacto

O nosso Dario Silva encontrou a imagem que se segue. Trata-se de uma louvável publicação da responsabilidade da Quinta Pedagógica de Braga, entidade ligada à Câmara Municipal.

contato

[Read more…]

Uma surreal entrevista de emprego:

acontece tanto que parece ser normal.