Passos Coelho assume funções de Calimero

Calimero

Com a saída de cena de António José Seguro, Pedro Passos Coelho parece agora posicionar-se como herdeiro natural do capacete casca de ovo que até agora pertencia ao Calimero socialista. Pobre homem! Isto das tecnoformas e das ONG’s é tudo uma armadilha porque ele, coitado, afronta os interesses instalados e, ao que tudo indica, um mensageiro – possivelmente o próprio Vasco – terá informado o primeiro-ministro que o seu governo não iria durar muito. José Gomes Ferreira já nos tinha alertado para a possibilidade de Ricardo Salgado estar por trás das denuncias referentes aos “remedeios” e omissões de Passos Coelho. Marques Mendes, o homem que ajudou a fundar o CPC sem saber como funcionava, afirmou que o erro de Passos foi o timing das suas explicações ao país, já que a sua seriedade não lhe oferece dúvidas. Já Marco António Costa relembrou-nos estes dias que o primeiro-ministro é um referencial de ética e transparência, Penso que estarão reunidas todas as condições para que Passos Coelho seja a nossa nova vítima até às próximas Legislativas.

Comments

  1. Miguel Cabrita says:

    Desculpe lá, esta novela passa em sinal aberto ou é só no cabo??


  2. Entre às 13h e as 14h e entre as 20h e 21h, mais coisa menos coisa, passa em sinal aberto. De resto terá mesmo que ser por cabo, seja ele de TV ou internet 🙂

  3. Ferdinand says:

    Episódios recentes e futuros da telenovela Centrão:

    – A “alternativa” António Costa acaba de sair do forno;

    – Passos, o tal que nunca fez nada de produtivo nesta vida, andou a receber dinheiros por fazer aquilo que faz melhor, ou seja, não fazer nada de produtivo;

    – A “alternativa” António Costa finge que tem alternativa ao neoliberalismo/ austeridade/ transferência de riqueza da base para o topo da pirâmide.

    – O sindicato do patrões, aparece nos media, a dizer que agora sim, é tempo para a democracia, ou seja, pôr o PS no governo para fazer essencialmente o mesmo que o PSD tem feito e assim servir António Saraiva e os seus amigos patrões;

    http://economico.sapo.pt/noticias/antonio-saraiva-admite-possibilidade-de-eleicoes-antecipadas_202420.html

    – Dia das eleições, a carneirada socialista (e mais alguns que votaram no Passos Coelho), que diz que é contra a austeridade e pela democracia eleva António Costa a primeiro ministro;

    – Passos resolve ser filósofo e vai estudar para Paris, os amigos de Passos serão recompensados com cargos em organizações nacionais e internacionais por tão bem terem servido os interesses da classe dominante;

    – Passado não muito tempo, o pouco entusiasmo desvanece e a frustração abate-se em muitos dos que acreditaram na nova/velha “alternativa” António Costa, pois a situação degradante do país não se alterou;

    – Um Zorrinho ou outro palerma socialista qualquer vem dizer que a culpa é do pesado legado de Passos Coelho;

    – Nos fóruns e blogues teremos então grupos de crentes a defenderem os desaires daquele que nunca desejou ser alternativa ao neoliberalismo, dirão que a culpa é toda do Passos Coelho;

    – Um Zorrinho ou outro palerma socialista qualquer diz que a esquerda aliou-se à direita para fazer doí-doí no partido do povo, o PS;

    – Então virá o Buda socialista Mário Soares virá a público dizer que a culpa é toda da Merkel e do Passos e que o PS é a vítima, e a carneirada socialista regozija em uníssono em torno do seu ancestral querido líder.

    Enfim, já sabem como as coisas são, o PS não resolve crise nenhuma, a classe dominante vê-se aflita e tenta arranjar um novo fantoche que lhe sirva os interesses, desta vez um fantoche do centrão-direita que vai prometer o universo e vai entregar mais do mesmo…

    Não estão cansados desta novela?


    • eu estou mas parece-me que vamos continuar a assistir durante muito tempo. pelo menos enquanto a esmagadora maioria da população continuar demitida da sua função de cidadania.


  4. Antes de começar a vender a hipótese de “mudanças” às pessoas convém manter em mente que os interesses instalados mudam de agentes como uma pessoa normal muda de camisa. E que historicamente não há grandes bases para esperar mais que ajustamentos estéticos.


    • que é basicamente o que acontecerá quando Costa substituir Passos no poder…


      • Nem mais… é óbvio que nesta altura há muita a gente politicamente “ágil” a cortejar o novo príncipe partidário na esperança de uma pequena subvenção em tempos vindouros mas para o cidadão médio não consigo antever nada de relevante no horizonte.


        • Não consegue porque não é possível. Costa é um político da escola de Sócrates e da linhagem de Soares, nada de bom pode advir dai…

          Enquanto não houver uma profunda renovação eu diria revolucionária do sistema político, partidário e eleitoral, nada irá mudar, apenas detalhes irrelevantes!

  5. coelhopereira says:

    Ainda bem que o Senhor Primeiro Ministro resolveu, finalmente, assumir o papel de Calimero, pois há que chamar as coisas e as situações pelos seus verdadeiros nomes: é que o Povo português já há muito se sente naquela posição um tanto incomoda que foi obrigada a adoptar a… Abelha Maia.

Trackbacks


  1. […] Passos Coelho, líder dos ministros coitadinhos que pedem desculpa e mais recente Calimero da política portuguesa, tem apostado no discurso do homem vertical que está debaixo de fogo porque afrontou interesses […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.