Intelectualmente desonesto

Começou por andar por aqui e por ali, mas estou certo, há uns bons anitos que o senhor Professor não dá aulas. Passou pelo CAE do Porto, ainda no tempo dos mini-concursos em papel, andou por aquela coisa que não sei bem o que é, mas que tinha uma linha telefónica e queria criar uma ordem, saltou para a DREN e depois para o Governo. Teimava em falar de professores como professor, o que não era rigorosamente verdade, mas, sobre isso, quem lhe  paga as despesas que se manifeste. A mim, enquanto professor, só me apetece lembrar o pensamento:

Bem prega frei Tomás, faz o que ele diz e não o que ele faz.

 

Comments

  1. Ana Carmo says:

    Desonesto seria se tivesse assinado essas ideias como suas, mas afinal são ideias tão pouco originais, que os tão ilustres e desconhecidos autores podem ficar descansados, porque ninguém quer mesmo saber delas para nada. Este espetáculo todo leva-me a pensar que foi para dar a conhecer tais “divindades” e apimentar mais a vida tão pouco divertida e frustrada dos “acusadores”.

Trackbacks


  1. […] não foi o último a sair do educanic… […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.