Halloween

Confesso que não gosto do Halloween nem do que o acompanha. Mas vi. Os monstros estavam lá. Amontoavam-se em filas, olhos raiados, expressões sinistras, gestos lúbricos, goelas ávidas. Havia mortos-vivos, vampiros, múmias e seus servos menores – os monstros têm sempre servos menores. Todos ululantes, dirigindo os seus impropérios às pessoas que, em frente deles na ampla sala, apesar de inquietas, respondiam conforme as forças que tinham. Mas os monstros eram mais e avançavam. E venceram. Assim, apesar da resistência das pessoas, o Orçamento Geral do Estado foi aprovado.

Comments


  1. E como se chama aos atrasados mentais que colocaram lá esses mortos vivos? Zombies mentais?

    Quem os terá eleito e agora anda caladinho que nem rato?
    Isto porque tenho perguntado a dezenas de conhecidos e colegas de trabalho e todos garantem que não é culpa deles.

    Logo, devem ter sido os sacanas dos espanhóis que nos invadiram pela calada, nesse dia, votaram em massa nesta ralé que nos desgoverna e depois voltaram para Espanha a rir-se da sacanice que nos tinham feito. Só pode ser isto.
    Não consigo imaginar que o povo português seja tão atrasado e bruto que tenha votado nesta escumalha.
    Malditos espanhóis!

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Tenha calma jmc, porque os zombies que elegeram os mortos vivos que nos governam, vão votar outra vez. E verá que eles não estão de volta, estão cá feitos clientes e à espera de uma “nova oportunidade”. Como muito bem diz, estão calados, mas são portugueses. E olhe que nem os Espanhóis nos faziam semelhante sacanice. Só poderiam ser portugueses (só estes verdadeiramente nos “amam”) e a grande maioria deles escreve(mas não lê) de acordo com o novo acordo ortográfico…


    • Se você tiver razão e não tiverem sido, de facto ( e não de “fato”) os espanhóis, só nos resta concluir que fazemos parte de um povo de brutos, ignorantes e corruptos.
      Ainda por cima não aprendem com os erros e repetem-nos até à exaustão..
      Só nos resta emigrar; o problema é que mesmo a Austrália é perto de mais e ainda lá chegam ecos deste país à beira-mar desgraçado…

    • José Peralta says:

      Sim ! Os zombies que elegeram os crápulas vivos (porque mortos é que eles não estão…) são a maioria envergonhada que agora jura a pés juntos que neles não votou !

      Mas também os que votaram neles, cartão partidário em riste, caixa de engraxate na mão e olhos em alvo a beber as patranhas do burlão e mentiroso coelho, (esse grandessíssimo… “referencial de transparência” !) à espera de mordomias e prebendas.

      E muitos, conseguiram-nas ! Estatística recente, revela que são mais de 4.400, os “especialistas” que assessoram o desgoverno, alguns na casa dos 20 aninhos, cheios de “experiência profissional” conseguida “àrduamente” na universidade de Verão lá do partido (todo quebrado…)

      E não ! Os espanhóis não nos fariam semelhante sacanice…

      Mas lá que também têm sacanices próprias, têm-nas TAMBÉM, e muitas…

      Veja só este pequeno exemplo : IVA para revistas pornográficas 4% – IVA para a Cultura (Música, Teatro, etc.) 21%, o que levou esta Companhia de Teatro
      http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=4211016
      em protesto, a vender revistas porno com um bilhete de teatro dentro, (poupança de 17%) e o grande Músico Jordi Savall, digna e corajosamente, a escrever esta carta, recusando um prémio
      http://www.nuvol.com/opinio/carta-al-ministre-wert/

      Como vê, lá como cá…


  3. Reblogged this on O Retiro do Sossego.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.