A detenção de José Sócrates é a vergonha da Justiça portuguesa

A detenção de José Sócrates é a vergonha da Justiça portuguesa. A vergonha de Pinto Monteiro, de Cândida Almeida e de todos os magistrados que dele se ocuparam enquanto ele era primeiro-ministro. É a vergonha de Noronha do Nascimento, que andou a cortar escutas com uma tesoura. Quando qualquer um, dentro ou fora da Justiça, percebia que estava ali a ponta de um novelo que, desenrolado, iria dar pano para mangas.
Não sei se Sócrates é culpado ou não, embora quem acompanha os meus escritos há algum tempo saiba que acho que sim. Que é culpado.
Mas há uma coisa que sei: que ele nunca teria sido detido se ainda continuasse a ser primeiro-ministro. Porque não estão em causa suspeitas de crimes cometidos nos últimos dois anos. Estão em causa suspeitas de crimes que já tinham sido cometidos enquanto estava no Governo.
E a verdade é que Sócrates passou sempre por entre os pingos da chuva. Ilibado constantemente, tendo a Procuradoria-Geral da República e o Supremo como escudos protectores. Como Vale e Azevedo enquanto foi presidente do Benfica. Como Ricardo Salgado enquanto foi presidente do BES. Como Passos Coelho enquanto for primeiro-ministro.
A Justiça, em Portugal, continua a funcionar apenas quando os poderosos deixam de ser tão poderosos. É essa a sua vergonha.

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Ainda que se diga, mais vale tarde que nunca, subscrevo tudo o que o articulista refere.
    Mas há factos relevantes que aqui deixo:
    1 – Há uma evidente crise de Regime. Há um completo abandalhamento deste Regime a que chamam democrático, mas onde claramente a Justiça não funciona e portanto, de democrático, nada terá. E o que mais pesa é que a ruptura do Regime, vem justamente daqueles que têm a obrigação de o defender. Há 40 anos que se torna evidente que esta corja de políticos do PS e do PSD se servem do Regime, mas não servem o Regime.
    2 – Há um perfeito espírito “sebastianista” no povo eleitor que vê em quem bem se exprime, uma saída. Prepara-se Marinho Pinto para “arrebanhar” tais “sebastianistas”. Bastava perceber como Sócrates adquiriu a sua licenciatura, para se ter a certeza que estamos perante gente sem carácter.
    3 – Veremos, já a seguir, que o PSD subirá fortemente nas intenções de voto. Pergunto: vale a pena?

    • Fernando says:

      Conhece alguém melhor do que o Marinho e Pinto e que queira assumir politicamente este país? Se conhece, quem é?
      “Sebastianista”, “populista”, termos constantemente usados por quem não quer mudanças no “status quo”

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        Repito o que disse sobre a crise do Regime o que tem ligado a si crise de valores. Esta é a base.
        Não, não conheço nem melhor nem pior que Marinho Pinto, mas já cá ando há uns anos para perceber os “tiques”. Não há milagres quando o País está a saque…
        De resto, a ideia que o Caro Fernando transmite é exactamente o questão de fundo que nos vem tolhendo que se define como a teoria do “mal menor”.
        Meu caro Fernando este País não precisa de “males menores”. Precisava de uma reflexão profunda sobre o que queremos, de facto ser. Para tal necessitava de consensos sobre acções que são imprescindíveis para avançarmos. Não precisa de A, B ou C. Precisa de uma Equipa que reme no mesmo sentido e um timoneiro capaz . E não tem. Para isso, é necessário que quem se senta em Belém tivesse a CORAGEM de discutir o País, em vez de fazer de conta que nada se passa. É necessária uma direcção que manifestamente não temos. Enquanto isso se não passar, teremos “sebastianistas” e “populistas” no assalto ao poder. Há quem assalte e há quem se não importe … Cumprimentos.

      • manuel caldeira says:

        Felizmente há muita gente capaz e honesta neste país,acontece,que a maioria não vai colocar a sua competência e dignidade,ao serviço de um país,que se sabe corrupto,que se sabe que se corrompeu e deixou-se corromper.
        Qualquer pessoa séria e honesta que pretenda colocar este país num rumo e voltar à “ordem”, é constantemente minado,por interesses estabelecidos!!


  2. Não sabe se “ele” é culpado, embora ache que sim?

    • Fernando says:

      Onde é que está a dúvida? Uma coisa é “saber” (ter a certeza), outra coisa completamente diferente é “achar”(não ter a certeza).

  3. Ricardo Ferreira Pinto says:

    Não sei se é porque nada está provado e porque não conheço os processos por dentro. Mas tenho a minha opinião, como leigo, como pessoa que está por fora de tudo. «Acho». Vale o que vale.


    • Ricardo
      Tem todo o direito a expressar a sua opinião numa casa que é também sua e que visito todos os dias várias vezes. Aquela pequena frase serviu apenas de teste, como agora compreenderá… Sobre o essencial do post totalmente de acordo. Estou até esperançado ter começado um novo ciclo na justiça portuguesa; de tal forma, que seja preciso ampliar as instalações presidiarias para instalar os corruptos que nos governam no governo e autarquias.
      Cumprimentos

  4. joao lopes says:

    é uma boa noticia para o …PSD? não sei.acho que é uma boa noticia,para quem diz:eles(os políticos) são todos iguais.quanto ao socrates,poderá seguir o mesmo caminho do ministro da defesa grego:preso.(o ministro da defesa grego foi preso pelo processo dos submarinos.lembram-se de alguém Portugal relacionado com submarinos?)

  5. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    É, sem dúvida uma boa notícia para o PSD como seria para o PS se fosse ao contrário, neste país onde se usa e abusa da “política da terra queimada”.
    Como tenho referido, a justiça exercerá o seu poder sobre os crápulas da direita e extrema direita (onde se insere o caso dos submarinos) conhecerá a luz o dia quando a cor do “consulado” mudar para rosa…
    Este também é de direita, mas é mais igual que os outros…


  6. Sim, é uma vergonha para a justiça. Não pode haver duvidas e as duvidas adensam-se. Como é que uma TV sabe da detenção e filma o suposto carro, mal se vê a matricula ou a marca da viatura, em que segue Sócrates? Porque não são detidos os ditos funcionários da procuradoria por cumplicidade, ou vão já a seguir? O que se passa ao certo? É só para perguntar qual foi a imobiliaria que lhe prestou o serviço?

  7. Marquês Barão says:

    “que ele nunca teria sido detido se ainda continuasse a ser primeiro-ministro”. A vergonha da justiça ou a pouca vergonha de Sócrates?

  8. Marquês Barão says:

    Amigo aparece, em Sócrates não se mexe. A prática boa ou má é a que tem sido aplicada pela justiça de camaras em riste, e outros notáveis já foram torriscados no mesmo braseiro sem grandes clamores. Aguenta-te pá que estás a provar do caldo que ajudas-te a temperar.

  9. Silva says:

    Ainda falta pedir contas a : Juiz Noronha Nascimento ( arquivo e mandou destriur as escutas )
    A procuradora Candida de Almeida ( Caso freeeport, nada relevante )
    Um chulo que ajudou a levar o pais á falencia.
    Preso e a chave deitada ao mar ( bem profundo ) ( como o avião da Malasiya )

    • Fernando says:

      Isto é que é democracia. Primeiro prende-se, depois deita-se a chave fora, de seguida julga-se, e por fim, se houver tempo e gente disposta a isso, investiga-se.

  10. Nascimento says:

    Pois é.Tudo isto é muito “giro”, não é?E logo ao fim de semana. Que jeitaço vai dar aos jornaleiros.Olha ,lá foram os “VISTOS” PRÁ RETRETE….MUDA DE CANAL Ó FAZ FAVOR!!! Para ser o máximo só faltava o PortoX Benfica,…mas ,sempre temos o Marques Mendes.É preciso não desesperar,ó malta….

    Curioso que, esta e outras merdas, acontecem sempre, quando o Portas, ou a sua pandilha, estão em apuros.Não reparam?
    Ai não?Lembram -se da Moderna e do Porche? E os sobreiros?E o milhão na mala, do fillinho de sua mãe ( Grão- Pará? E os documentos surripados/ fotocopiados ( por ele Paulinho,) do seu ministério??? E os submarinos?E os vistos gold?

    Pois vão á história recente, e, equiparem o que se passou. A coisa salta sempre para o “outro” lado…estranho, né?

    Cada vez que há merda no Largo do Caldas, aparecem sempre umas VENTOINHAS para espalhar a dita…digo eu, que inté não sou de “intrigas”…
    É evidente que, um tipo estar á frente (10 anos) , de um semanário/pasquim, conheçe os “meandros”… Dá cá uma estaleca, né??’Ou não?Ele sabe .EU ACHO.

    Pois, dito isto,é esperar para vêr…mas, tenho cá par mim que : -entre a Maçonaria, e a Opus Dei, nada como a Opus Gay…faz-se bem a “ponte”,e de modo transversal,não é?- Aguardemos pois…

    • Nascimento says:

      E já agora, os dois que votaram contra devem ter AZIA…ou fazem parte do “ESQUEMA”…


  11. jÁ SE FALA QUE O GOVERNO VAI INVESTIR PROMOVENDO E ALAVANCAndo A CONSTRUÇÃO CIVIL.CONSTRUINDO CADEIAS DE ALTA SEGURANÇA, BEM EQUIPADAS ,COM COMPUTADORES E PAREDES COM blocos,com bons acessos por auto-estradas e localisados junto a ressor turisticos com acesso a -saúde ,paz,pão e educação.

  12. Nascimento says:

    És tão básio…”sacrificou-s um tubarão”Olha ,lê o “correio da manhã”? AI QUE BELO TÁXISTA.

Trackbacks


  1. […] A detenção de José Sócrates é a vergonha da Justiça portuguesa. […]


  2. […] em absoluto com o Ricardo ali atrás, enquanto foi governante permaneceu intocável por maiores que fossem as suspeitas e […]


  3. […] É um dia feliz, é um dia histórico, mas é mais uma prova da treta que é a justiça portuguesa, como o Ricardo explicou de forma simples e objectiva: enquanto tens poder estás acima dela, quando deixas de o ter cais. E isto é um facto […]


  4. […] riqueza que ele ostenta, tão suspeitos quão inexplicáveis. Nem sequer se pergunta por que razão José Sócrates só foi detido depois de abandonar o poder. Porque isso não a preocupa. É um cidadão diferente dos outros, por isso, ao contrário dos […]


  5. […] bem da lei Vale de Azevedo da justiça à portuguesa, e por isso tens penado no governo, acompanhando gente que tortura pobres como quem mata mosquitos […]


  6. […] sou suspeito de admirar José Sócrates. Por mim, ia apodrecer uns anos valentes nos calabouços de Évora. Só não digo que é culpado […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.