Figo

Os ridículos devaneios patrioteiros a propósito da candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA são intragáveis. O homem que se candidate ao que quiser, fazendo o frete a quem lhe apraz, ou satisfazendo a sua necessidade de aparecer, mas não acrescente mais lixo ao debate público, trate da vidinha e deixe-nos em paz. É que depois do seu pequeno almoço socrático, dispensamos bem o espectáculo do caricato apoio do governo actual – que não perde uma oportunidade para se agarrar a tudo o que mexe, como as carraças -, só pelo facto de ser português.

Figo é bom de pés mas severamente limitado noutros aspectos, designadamente habilitações literárias e carácter. A sua candidatura, ao contrário do que a nossa excitada imprensa alardeia, não vale um caracol, a não ser que venha a servir de passadeira a outras, o que é provável. Esta tendência de apoiar gente desta só por ser portuguesa não nos proporcionou já suficientes vergonhas internacionais? Agora, até na bola? Ora bolas!
Nota e declaração de interesses: sou sportinguista, sim; e depois?

Comments


  1. Figo trocou o Barcelona pelo Real, logo é um tipo sem valores nem dignidade.
    Provou que apenas o dinheiro o move.
    Burro? Não ofendamos os burros.
    Português? Desde quando? E o que é que isso interessa?

  2. Nightwish says:

    Isso também é valido para o Róóóóónaldo e para o Eusébio?

  3. Ausente says:

    Muitos mas muitos mesmo portugueses quando as coisas correm-lhes mal na vida, vao a Fatima para a pedinchice.
    Outras optam por Évora.
    Quando a vida corre sobre esferas esquecem-se ou mandam a’ fava a N.S. de Fatima, e masturbam-se com o Ronaldo, Mourinho, Porto e Benfica. E agora e’ o Figo que esta’ na berlinda.
    Vivo há muitos anos na pomposamente chamada “Diáspora”.
    Tenho notado que os portugueses – nem todos obviamente – quando se juntam envergam uma jersey com o nome de um jogador ou de um club.
    O dialogo que travam entre eles não vou nem devo transcreve-lo para aqui por razoes de higiene educacional.
    Algumas dessas jerseys já estão bem apertadinhas para uma barriga excessivamente bem dilatada pela cerveja.
    Mas viva o futebol! Causa primaria de um português na diáspora se assumir português.


  4. Figo para a FIFA? Talvez seja um lugar à sua medida, uma vez que é parecido com Blatter, senão vejamos:
    Em júnior, assinou por Sporting e Benfica. Valeu-lhe a boa vontade de Manuel Damásio que fez um acordo com Sousa Cintra sobre este e outros conflitos pendentes entre os clubes rivais. Ou teria visto a carreira em risco logo ali..
    Mais tarde quis transferir-se para Itália, mas assinou por Parma e Juventus. Ficou proibido de jogar em Itália por 10 anos. Rumou a Barcelona onde conheceu o sucesso, chegando a ser capitão de equipa. Sem que ninguém lho pedisse, assumiu posições políticas em defesa da autonomia catalã. Dele esperava-se apenas que jogasse futebol, mas oportunista como sempre, quis ser bandeira da região. É por isso que não lhe perdoam e passaram a chamar-lhe pesetero. Não por ter mudado para o rival. Sem esquecer o episódio de festejar excessivamente o golo do Inter em Alvalade.
    O cargo de presidente da FIFA, ou UEFA, bem como outros nos bastidores do futebol são feitos à medida de pessoas com o carácter de Luís Figo, Michel Platini ou Joseph Blatter…

    P.S. – Também sou sportinguista e jamais votaria no personagem, qualquer que fosse o cargo a que se candidatasse no clube…


    • Apoiado. E não esquecer o pequeno-almoço com o padrinho da Máfia portuguesa.
      Este sujeitinho reles não tem carácter. Raio que o parta!

  5. nuno says:

    E quem têm as habilitações literárias a ver com as limitações de Figo? Presunção caviar? Acaso, Agustina e Saramago, sem educação formal que se veja, foram ou são gente limitada por isso?

    • joao lopes says:

      o figo tem limitações linguisticas.alias ,esse é um problema de alguns politicos como o actual PM.é gente incapaz de utilizar de forma capaz,a magnifica lingua portuguesa.por outro lado,acho o Nani inteligente,sabe expressar-se bem,sabe o que quer e não manda recados pelo facebook.p.s-sou do Sporting e adoro a actual equipa do Sporting,indepentemente de qualquer resultado.

  6. Rui Moringa says:

    Estou de acordo com o autor no que se refere ao aspecto do Sr. Luís Figo poder concorrer à tal FIFA. Se pode que concorra e que fica lá muito bem.
    O facto de ser português não me é indiferente.
    Contudo esta “festa mediática” nada me interessa.
    Presume-se que com o Sr. Luís Fico na tal FIFA muita gente que esá a dar graixa poderá ganhar com isso: Negócios, Empregos?!!!
    Quanto ao ser ao não ser adepto deste clube ou daquele… Sejam…Se isso equilibra ou é necessário.
    Quanto a mim, não sou adepto de nehum clube e dificilmente serei. Não sinto necessidade disso e não me lavaram o cérebro.
    Gosto de jogar futebol e já joguei inúmeras vezes. É um jogo de equipa fantástico.
    Quanto à industrica do futebol?! Não sou parte disso. Não tenho acções de clubes, não dou dinheiro a ganhar aos clubes e não ganho com nada disso.
    Estou de acordo com ideia de que há muito roído à volta da indáustria do futebol.
    Eu sou maios da indústria da batata, da cebola e do tintol.
    Ah! gosto de teatro e de literatura e de música.
    Quanto ao desposto. Mergulho onde posso, mas muitas vezes na piscina da terra.
    Bom fim-de-semana a todos.
    Cada um tem a hipótese de ser o maluco que quiser!!! Há poucos homens sábios!?
    É uma referência ao livro Elogio da Loucura d eErasmo de Roterdão.
    Comam, bebem e façam filhos onde puderem.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.