Copos, chapadas, gravatas e ditadores

O título do vídeo refere-se ao presidente da Comissão Europeia como estando alcoolizado. É possível que esteja, até porque em alguns momentos fica no ar a sensação de que o senhor está efectivamente embriagado, não só pelas atitudes pouco protocolares mas também por alguns gestos vagarosos e frouxos, comuns entre aqueles que já beberam um copito a mais. Talvez isso explique a graçola – que não é mentira nenhuma – de se referir ao seu colega do PPE Victor Orbán como o ditador (“the dictator arrives“), a quem de resto deu um valente “bacalhau” e aplicou mais um bela chapada. Ditador ou não, Juncker não parece propriamente incomodado com a sua chegada e o cumprimento é caloroso. Afinal de contas, Orbán é apenas um fascista que pretende ressuscitar a pena de morte e reinstituir campos de trabalho forçado.

Comments


  1. Já vi Juncker a fazer este tipo de figuras antes. Acredito que não esteja com os copos, é apenas a sua maneira de ser.
    Não me choca portanto que Juncker faça graçolas, estaladões e outros contactos fisico-humoristicos.
    A ligeireza com que trata “The dictator” isso sim, é algo perturbador.

  2. Nightwish says:

    Mas o ditador faz “reformas”, por isso é um gajo porreiro.


  3. A UE tem um fetiche de escolher os seus dirigentes duma forma canhestra. Será que é tudo fruto dalgum maqueavelismo? O cherne acabou por ser um insignificante, mas percebeu-se o prémio por servir os cafes ao Blair e Bush nos Açores. Este tambem deve ser o prémio de ter sido o cavalo de troia durante anos das multinacionais anglosaxonicas na UE.

    • Pimba says:

      A forma canhestra deriva da forma como os povos da UE elegem os seus representantes.

      Infelizmente.

  4. maria celeste ramos says:

    Brilhante, mais ainda do que o ministro português dos negócios estrangeiros na AR cheiinho de cerveja de língua entamarelada – Cá e Lá ?? também – O trabalho destes senhores deve ser uma xatice

  5. j campos says:

    Ao fim de contas a diferença entre eles e nós é só que eles arranjaram um grande tacho.
    E com esse arranjinho uns portam-se com um pouco de dignidade enquanto que outros com copos ou não nunca deixarão de ser comuns.
    É esta uma janela da vida desses que ditam algumas das nossas leis e são pagos o seu peso em ouro o facto que invejamos quando se mostram ser tão parecidos com o Ze da Esquina

Trackbacks


  1. […] da Nova Democracia de serem, também eles, uma qualquer doença associada ao consumo de álcool? E sobre o recente e aparente estado de embriaguez de Jean Claude Juncker à margem de um encontro com os chefes de governo dos estados membros da UE, algum comentário? […]


  2. […] prepara-se para levantar um muro na fronteira com a Sérvia. O fascista Orbán, membro do PPE e amigo de palmada nas costas de Juncker continua a não integrar o lote dos radicais na narrativa do pensamento único. A pena de morte é […]


  3. […] o PPE do presidente Juncker pelo que o puxão de orelhas se torna mais fácil do que colocar o amigo ditador no seu lugar. No final do dia bebem-se uns copos e fica tudo bem. Afinal de contas, são todos […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.