Bullying

Fala-se agora muito em bullying, termo sofisticado para uma velha realidade, agora aumentada pelas redes sociais.

Gostava só de recordar um romance:

lord_of_the_flies_book_cover_by_springy_thing-d32xa6r-15mhoux

O Deus das Moscas, de William Golding. O filme que nele se baseou de nada vale mas o livro é soberbo.

Comments

  1. albanocoelho says:

    O Filme? Qual deles?
    Bom, pensando bem, nenhum vale grande cousa mas algo valem. São até “de culto” para alguns. N@ IMDB o de 63 está com uma mui respeitável (not really) classificação de 7/10 e o de 90 com pouco menos: 6,4/10. Classifiquei ambos com 2. Note-se: Considero que merecem mais mas é para tentar equilibrar os +10.000 votos dos “cultistas”,

    O livro é soberbo? Inegável qualidade literária à parte tem uma mensagem/moral implícita muito problemática.
    Creio que é uma ilustração pouco feliz para a mensagem – correta – que o post queria transmitir.

    Teria sido melhor ir à etimologia: https://en.wikipedia.org/wiki/Bullying#Etymology
    Desde o séc. XVII que tem o significado atual, harasser of the weak. Parece-me bastante mais significativo
    Bullying/mobbing provavelmente existe desde que os ancestrais primatas se organizaram socialmente como hoje o fazem chimpanzés, bonobos e humanos. É, portanto, algo tão antigo como os ancestrais dos ancestrais comuns às referidas espécies de macacos.

    • j. manuel cordeiro says:

      Só conheço o de 63 e, vou ser mais benévolo do que post, não lhe achei grande jeito.

  2. martinhopm says:

    Não conheço os filmes. Quanto ao livro, tenho uma edição em português já antiga, da Colecção «Contemporânea» da Portugália Editora, com tradução e prefácio de Luís de Sousa Rebelo e capa (diferente da do «post») de João da Câmara Leme. Gostei. Quanto à mensagem trata-se um alerta e de uma denúncia.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.