Bem me parecia

que a crise dos refugiados não era um problema essencialmente europeu. É o The New York Times que o diz.
mauricio_lima_nytimes_crise_refugiados_setembro2015

Comments

  1. João Paz says:

    Diz também que os USA aramaram os rebeldes que hoje constituem o Estado Islâmico facto que apesar de já ser anteriormente conhecido não deixa de ser curioso vindo do New York Times porque mostra que a tremenda onda de censura dobre os jornalistas existente nos USA começa a haver jornalistas com coragem para a desafiar.

  2. martinhopm says:

    O mesmo sucedeu com Osama bin Laden, primeiro um «freedom fighter» e depois um terrorista a abater a todo o custo. Porque terá sido? Aqui temos bem patente, à vista desarmada, os exemplos dos chamados ‘rebeldes’ sírios e o do Daes’h (também conhecido por ‘Estado Islâmico do Iraque e do Levante’, ISIL ou ‘Estado Islâmico do Iraque e da Síria’ (ISIS). Quem os treinou, quem os armou, quem os sustenta? Teremos que olhar com muita atenção para o outro lado do Atlântico?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.