Intimissimi e as pessoas que valem LIXO

cv_intimissimi
Intimissimi é uma loja fina de Lisboa e vende lingerie de design italiano.
Às vezes, contrata umas pessoas após análise do seu curriculum.
Contrata umas pessoas e das outras atira para o caixote do lixo o respectivo curriculum, à mão de semear.
Lixo, lixo, lixo, é quanto as pessoas descartáveis valem…

Comments

  1. Maria João says:

    Achegas:
    Lei da protecção de dados pessoais;
    Enviar reclamação documentada à entidade franquiadora;
    Registar reclamação no Livro de Reclamações obrigatório;
    Denúncia às entidades com competência na fiscalização das actividades económicas.

  2. Konigvs says:

    Acho que essa empresa deve estar, urgentemente, a precisar de um(a) novo(a) Gestor(a) de Recursos Humanos.

  3. Rui Moringa says:

    Esta denúncia-texto, revela-nos isso mesmo que as pessoas são “olhadas” por estas empresas como descartáveis e lixo. Se não o considerassem desta maneira arranjavam uma forma de inutilizar os papéis com o CV, mais humana e respeitadora para com as pessoas que lhes enviaram “parte das suas vidas ” na expectativa de poder ganhar o seu pão de cada dia.
    Se fosse mulher não comprava nada a essa tal marca. É curioso – o termo marca- não tem rosto…


    • Olhe que também tem para homem. Uma vez entrei e tentei comprar. Julguei que me estavam a vender toda a colecção Outono Inverno.

  4. Konigvs says:

    Intimissimi:
    “O seu currículo ficará na base de dados” = Caixote do Lixo

    Também ficamos a saber que na Intimissimi não fazem separação de lixo pois foi tudo para o caso preto. E o papel dos currículos não é lixo, é uma matéria prima reciclável que se coloca no contentor azul. De facto nessa empresa há muito a fazer em matéria de organização. Qualquer empresa certificada tem de ter os registos de entrega dos resíduos em empresas certificadas para o efeito, para provar que faz a separação do lixo.


  5. A Intimissimi não cumpre com várias normas em vigor em Portugal. Este é apenas um exemplo, mas de facto não cumpre com outras regras. O desrespeito pelas pessoas e por regras deveria ter consequências, mas este é será mais uma das situações que passará impune.

  6. JgMenos says:

    Não usar o ecoponto devia ser contra-ordenação grave.
    Tudo o mais é treta piegas!

  7. Nico says:

    Pena que o sucedido foi numa loja franchisada e que infelizmente não vai ter o impacto que deveria junto do grupo Calzedonia.
    É uma realidade, só que esta tornou se visível contrariamente às outras tantas. Serviu apenas como forma de alerta para as outras lojas que fazem o mesmo só com uma diferença, sendo esta loja de rua o depósito do lixo é feito na rua, as lojas de shoping tem um depósito no próprio Shopping.
    Não há direito! Os superiores tem este tipo de comportamento mas colaboradoras não são obrigadas a segui lo e quem fez fecho de loja certamente foi uma colabora que vai ser muito penalizada porque reproduziu algo sem pensar nas consequências…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.