Maria Begonha e a precariedade

MB.jpg

Fotografia via Jornal Económico

O conclave da Juventude Socialista reuniu-se este fim-de-semana para escolher um novo líder. A votos apresentou-se apenas uma militante, algo comum entre as juventudes partidárias do centrão, o que nos diz muito sobre a vitalidade da democracia no seio destas organizações. Inevitavelmente, a polémica Maria Begonha tornou-se na 13ª secretária-geral da JS, algo que à partida lhe garantirá um lugar na Assembleia da República num futuro próximo. Mal posso esperar para ser representado por ela! [Read more…]

Intimissimi e as pessoas que valem LIXO

cv_intimissimi
Intimissimi é uma loja fina de Lisboa e vende lingerie de design italiano.
Às vezes, contrata umas pessoas após análise do seu curriculum.
Contrata umas pessoas e das outras atira para o caixote do lixo o respectivo curriculum, à mão de semear.
Lixo, lixo, lixo, é quanto as pessoas descartáveis valem…

Dijsselbloem meets Miguel Relvas

Eurogrupo           Foto@Freedom Bytes

Jeroen Dijsselbloem, ministro das Finanças holandês, presidente do Eurogrupo e ponta de lança do Austeridade FC, foi apanhado num momento Miguel Relvas: o seu CV referia um mestrado em Economia Empresarial pela universidade de College Cork, Irlanda, algo que, infelizmente para Dijsselbloem, nunca seria possível na medida em que tal mestrado simplesmente não existe na referida universidade.

Vamos imaginar, por breves momentos, que o CV aldrabado era de Varoufakis. Conseguem imaginar a tropa de choque do regime, montada nos seus unicórnios cor-de-rosa, bandeira com os focinhos de Hayek e Hitler em riste, a despejar chumbo grosso no alvo do momento? Seria épico mas, as far as we know, a cavalaria do regime terá que esperar porque o CV do Varoufakis é mesmo dele, não um embuste pseudo-académico relviano (acho que inventei uma palavra).

[Read more…]

Estou em choque

O Bloco de Esquerda elogiou uma ministra deste governo. É por causa do CV? Oh Relvas, anda cá mostrar o teu para a malta ver quem é que dá cartas no mundo académico!

José Manuel Durão Barroso, o carreirista

manifestação mrpp 1975

Chego por via do José Simões ao CV do Presidente da Comissão Europeia. Ali se escreve:

A sua carreira política começou em 1980, quando aderiu ao Partido Social Democrata (PSD).

Apreciei o rigor e a exactidão. A carreira política começou formalmente nesse ano, carreira no sentido de “profissão ou percurso profissional” que a tão altos voos o haveria de levar. Militância política é outra coisa, e como é sabido essa iniciou-se antes, no MRPP, onde o carreirismo era ferozmente combatido.

É a diferença entre um tempo em que se acredita em causas e outro onde se toma a opção de seguir uma carreira política, coisa que no MRPP seria impossível. Está certo e confere. [Read more…]