Contribuinte, o Novo Banco precisa do seu dinheiro. Outra vez.

As medidas de reforço de solidez que o Novo Banco propõe ao BCE pretendem gerar mais capital do que os 1.400 milhões detectados nos testes de stress. A folga serve para fazer face a outras exigências e a perdas futuras.
O plano de capital do Novo Banco prevê medidas destinadas a reforçar a solidez da instituição num valor acima dos 1.400 milhões de insuficiências detectadas nos testes de stress do Banco Central Europeu (BCE).

 

E as boas notícias não terminam aqui. O mesmo Jornal de Negócios revelou ontem que o Novo Banco registou prejuízos de 552 milhões de euros na operação bancária em Portugal. Resta-nos saber até quando durará esta mentira e quando chega a factura. E você, também acredita que o prejuízo da venda do Novo Banco não sairá do seu bolso?

Comments

  1. camartelo says:

    E porque não se deixa, pura e simplesmente, o banco falir ?
    É que assim é uma tortura chinesa à mijinhas à conta dos bolsos dos contribuinte portugueses.

  2. martinhopm says:

    Sou da opinião do comentador ‘camartelo’. Quantos é que já foram? Quantos se seguirão? É por causa do risco de contágio? Ora, deixem-nos falir e prendam os banqueiros, como fez a Islândia. Penhorem os bens do banco e dos administradores executivos revertendo os mesmos a favor do Estado. E num esfregar de olhos se acabava com todas as manigâncias.


    • São telhados de vidro a mais. O BES não andou a recrutar quadros do PS, PSD e CDS durante anos à toa. O que a juntar à fraca sociedade civil portuguesa explica em grande parte a impunidade da banca.


  3. ja saquei o q tinha lá… temos pena!

  4. Edgar Carneiro says:

    Era bom que se soubesse quanto é que a banca privada já custou aos contribuintes portugueses e quanto pagou em dividendos aos accionistas e em prémios aos gestores.

  5. FilipeMP says:

    O banco já deveria ter falido. Mais vale um fim com terror, do que um terror sem fim.


  6. É verdade, o DDT e a sua trupe(infelizmente acobertada por muito politico e jornalista da nossa praça) deixou um bico de obra que nem com engenharias implementadas pela UE, nos vai deixar de sair caro.E votarem nos pulhas que colaboraram e defenederam este tipo de gente, que o futuro é garantido.

Trackbacks


  1. […] não passa de um frágil castelo de cartas, em processo de desmoronamento. Sobretaxa, défice, Novo Banco e os famosos cofres cheios são hoje mentiras totalmente expostas que os mais altos dignatários […]


  2. […] correr mal, mas quem a sabia toda era o Antero. Venderam-nos uma mentira, e o país engolindo e pagando, ao sabor das contradições que se multiplicavam, quiseram fazer de nós otários, o que de resto […]