“Declarações de Schäuble mostram que ‘a desconfiança se instalou’, diz Passos”


image

Quem colocasse de facto Portugal à frente não atiraria gasolina para a fogueira criada por declarações de tamanha irresponsabilidade. É nos pequenos actos que se vislumbram as verdadeiras motivações. Passos e seus aliados vibram com tudo o que prejudique o país, pois só a catástrofe lhes devolverá o poder.

É irrelevante se as coisas correm bem ou mal, basta que a direita aliada no poder vá criando dificuldades. E estas têm surgido. O exemplo mais gritante é todo o contexto à volta das eventuais sanções a Portugal, depois de um governo que falhou durante quatro anos e meio, enquanto aplicava zelosamente o programa do invasor. Porquê agora? A única explicação é não estar a cor certa no governo português.

Conforme os óculos de quem olhar, assim uns dirão que isto está a correr bem ou mal. Os primeiros apresentam números jeitosos sobre a execução orçamental e os segundos apontam os medos dos “mercados”. Ou seja, business as usual. O facto é que nem a catástrofe que a direita anunciava se abateu sobre nós, nem o paraíso que a esquerda anunciava chegou. Nada de inesperado, apesar dos ganhos que tomamos como certos – uma governação que regressou à legalidade como base de actuação e o fim do discurso inspirado no Crime e Castigo. Isto não são coisas menores.

Governa-se como se pode, atendendo à perda de soberania, mas, ainda assim, sem se salivar perante a palavra “austeridade”. Por isso, nada justifica as palavras de Schäuble, nem o seguidismo de Passos. Nada, excepto a vontade de causar problemas, pelas razões apontadas.

(O título foi roubado ao Público)

Comments

  1. ラルフ・C・ベルモンド says:

    Tudo muito bem, aprentemente, mas quem está no comando, de fora e em cima, acaba sempre por controlar todos os partidos políticos, sejam eles de esquerda, centro ou direita porque infelizmente quem manda ainda é o dinheiro e os mercados, as empresas têm mais poder do que os governos. Ao longo dos anos a história é sempre a mesma, cíclica, porque haveria de ser diferente agora? Enquanto o sistema da besta da lei dos mercadores, a lei das bestas, não for mudado de raíz, nada vai mudar!

    Na minha opinião, as elites políticas de todos os partidos trabalham para a mesma agenda, a agenda cibernética e transhumanista, a agenda 21, com oposição controlada!

    Trevor Belmont
    odiariodeumet.wordpress.com

  2. Danielle Dinis Foucaut says:

    Schaübble, Merkel, Passos e toda a corja do PPE (direita europeia) Cameron, Draghi, Hollande, estão ligados para que os povos se curvam totalmente perante os industrias e os banqueiros. Só uma verdadeira revolução pode mudar isso. Os Ingleses votaram já nesse sentido.Já é um passo!

    • ラルフ・C・ベルモンド says:

      E a esquerda faz oposição controlada! A agenda é só uma e é dirigida por sociedades e entidades secretas que estão acima da política controlando-a para que o sistema da besta de rómulo de roma se mantenha de pé, o sistema das sociedades actuais, entidades secretas que nem sequer existem oficialmente pois podem assumir as identidades que lhes apetecer e que querem aprisionar o Planeta e toda a vida na Terra a uma dimensão cúbica, cibernética e transhumanista!

      Trevor Belmont
      odiariodeumet.wordpress.com

    • Rui Silva says:

      Em Londres encontram-se os principais banqueiros do mundo da finança.
      Brevemente a City será o novo paraíso fiscal da Europa.
      O que ainda bem pois vai refrear os ímpetos igualitaristas que a Europa está a tomar.

      Rui SIlva

  3. Rui Silva says:

    Gostei do:

    “enquanto aplicava zelosamente o programa do invasor.”

    Recordemos que este programa foi trazido pelo partido que formalmente está no poder ou seja o PS.
    Daqui e por dedução lógica o PS está feito com o invasor. Serão traidores à Pátria ?

    Rui SIlva

    • Thief says:

      Sim, tanto o PS e PSD/CDS têm os seus carrascos. Mas neste momento o PS é o único que mostra querer mudar isso.

  4. anónimo says:

    Para dominar o país, primeiro tomaram conta do governo.
    Subornaram e corromperam os partidos do designado “arco da governação”.
    Instalaram gente fraca e corrupta, traidores à pátria, Cavaco e a sua quadrilha, Durão, Sócrates, Relvas, Passos Coelho, Portas, etc. para governar o país, às ordens dos donos da Europa.
    Os traidores cumpriram a missão. Arruinaram o estado, destruíram a produção nacional, alienaram os recursos nacionais a pataco, passaram a importar os excedentes dos donos da Europa, destruíram os serviços públicos, obrigaram o estado a contratos ruinosos, privatizaram a pataco e ainda indemnizaram e subsidiaram os compradores, endividaram o país até à insustentabilidade. Destruíram a Pátria e a Nação. Nem a língua escapou à selvajaria.
    Fizeram o povo, os trabalhadores, as famílias, os velhos, os jovens, pagarem esta alegada dívida, que é lucro da canalha que manda na União Europeia.
    A Europa não se rege pela razão e pela humanidade.
    A Europa rege-se pela lei do mais forte.
    Fomos assolados pelos bárbaros que se instalaram em Bruxelas.
    A Europa está a saque.
    Por isso o Reino Unido saiu.

Trackbacks

  1. […] no governo que não param de subir, a vitória na batalha contra as sanções, contra tudo, contra Schäuble contra o Eurogrupo, contra o PPE e contra o PSD ou aquele sapo tremendamente difícil de engolir […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s