Um comentário em “Descobrimentos tecnológicos na era da Geringonça?”

  1. ” Mas as startups não tiveram um aumento de preço por causa do açúcar? Ou será que estarei a confundir com as Seven Up’s (7Up)? ”


    ” De qualquer forma, o verdadeiro teste só chegará dentro de alguns anos, quando a geração de startups como a de Jaime Jorge precisar de financiamento para crescer. Aí, diz a Bloomberg, provavelmente, terão de visitar o Silicon Valley ou Singapura, porque não existem muitos investidores privados europeus disponíveis para este segmento, e se voltarem com capital para criarem mais produtos, mais empregos, mais riqueza, “então, poderão estar no caminho de transformar o seu jogo em algo inesquecível”

    Esta é a parte que mais me interessou no artigo. Digamos que é o busílis da economia portuguesa.
    Primeiro, porque eu não tenho dúvidas que hoje dispomos como nunca de muitos e bons cérebros, com uma enorme capacidade inovadora e criativa. Infelizmente somos um país falido e sem capacidade de financiamento.
    Segundo, porque se um dia sairmos mesmo da merda, aparecerá logo Passos Coelho a reclamar para ele a ideia do modelo Singapura, como se uma cidade Estado, ainda que fortemente tecnológica e industrial, alimentado pelo poder financeiro no bom estilo paraiso fiscal, pudesse servir de exemplo com um nação inserida na CEE.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.