Descobrimentos tecnológicos na era da Geringonça?

“Portugal lançava navios, agora lança startups”, diz a Bloomberg [Expresso]

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    ” Mas as startups não tiveram um aumento de preço por causa do açúcar? Ou será que estarei a confundir com as Seven Up’s (7Up)? ”


    ” De qualquer forma, o verdadeiro teste só chegará dentro de alguns anos, quando a geração de startups como a de Jaime Jorge precisar de financiamento para crescer. Aí, diz a Bloomberg, provavelmente, terão de visitar o Silicon Valley ou Singapura, porque não existem muitos investidores privados europeus disponíveis para este segmento, e se voltarem com capital para criarem mais produtos, mais empregos, mais riqueza, “então, poderão estar no caminho de transformar o seu jogo em algo inesquecível”

    Esta é a parte que mais me interessou no artigo. Digamos que é o busílis da economia portuguesa.
    Primeiro, porque eu não tenho dúvidas que hoje dispomos como nunca de muitos e bons cérebros, com uma enorme capacidade inovadora e criativa. Infelizmente somos um país falido e sem capacidade de financiamento.
    Segundo, porque se um dia sairmos mesmo da merda, aparecerá logo Passos Coelho a reclamar para ele a ideia do modelo Singapura, como se uma cidade Estado, ainda que fortemente tecnológica e industrial, alimentado pelo poder financeiro no bom estilo paraiso fiscal, pudesse servir de exemplo com um nação inserida na CEE.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.