É o nosso filho da puta…


Para metade do país, é irrelevante saber se Mário Centeno mentiu na questão dos SMS trocados com António Domingues. A lógica é simples, a permanência do ministro é importante para António Costa, por isso os indefectíveis nem que tenham barricar a Praça do Comércio, dali Mário Centeno não sai, porque mais importante que a estatura moral de quem nos governa, é derrotar a direita e Passos Coelho. Vamos mas é falar de offshores e da “fuga” dos 10 mil milhões, estabelecendo à partida que aquilo é tudo ilegal, uma tramóia, misturando-se alguma ignorância com a total demagogia por parte de quem sabe perfeitamente que o dinheiro não pertence ao Estado.

Para outra parte da população, Paulo Núncio já assumiu a responsabilidade política, aquilo foi uma falha e está tudo bem. Como se o antigo secretário de Estado não tivesse hierarquia. Se não cumpriu a Lei por instruções de alguém, é grave e o país deve saber. Se agiu por conta própria, é igualmente grave, porque coloca em causa a competência de ministros e até do próprio governo. À semelhança da questão que envolve Centeno, esta que envolve Vítor Gaspar e Maria Luís Albuquerque, não é menos relevante, nem mais. É uma questão de princípio e nestas matérias, venha a verdade, doa a quem doer.
Outra questão é saber se foram cometidas ilegalidades nas transferências, existem formas de apurar os factos e 12 anos para recuperar eventuais valores não declarados. A AT que faça o seu trabalho e deixe à política o que é da política.
Esta permanente lógica de barricada, que não começou agora, já tem alguns anos, faz lembrar uma frase que supostamente terá sido proferida por Franklin D. Roosevelt sobre um sanguinário ditador sul-americano, “o fulano é um filho da puta, mas é o nosso filho da puta”. Assim vai Portugal, onde a clubite partidária impede a análise dos factos e secundariza os valores morais dos que governam o país. E depois admiram-se com a proliferação de casos de corrupção que entram na Justiça…

Comments

  1. tá bem tá says:

    a insistência em colocar o que centeno fez ao nível do que núncio fez … é inqualificável. já merecias um tacho qualquer do psd, almeida.

    omo lava mais branco, mas o almeida mais ainda.

  2. Paulo Marques says:

    E que importância tem a SMS do Centeno face a tantas filhas da putice dos seus antecessores? Nenhuma.
    Era bom que pedisse desculpa, mas não passa disso, não chega a ser um pintelho do necessário para se demitir, tendo em conta o habitual.

  3. joão lopes says:

    como o psd/cds aproveitou bem a ingenuidade politica do Mario Centeno,a resposta foi o desmascarar da atitude Sinistra do Paf,durante 4 anos…e a marilu,se não foi chamada enquanto swapp,deverá ser chamada agora e responder perante isto….porque ao contrario do que diz,tem sido a direita(ver caso Cavaco Silva) que tem sabido lavar muito mais branco, e isso é muito sinistro,faz lembrar tempos,que todos preferem esquecer.

  4. Rui Naldinho says:

    “Para metade do país, é irrelevante saber se Mário Centeno mentiu na questão dos SMS trocados com António Domingues.”

    Se calhar não é só metade. Será bastante mais do que isso. Hoje, deverá ser substancialmente superior ao da própria sondagem do Expresso.
    A mim ninguém me convence que Centeno não meteu os pés pelas mãos, e prometeu aquilo que não tinha a certeza se poderia dar. E que seguir resolveu refugiar-se em meias verdades e umas quantas mentiras.
    Como também não tenho dúvidas que nos dez mil milhões de euros haverá muito dinheiro que pagou os impostos devidos ao fisco.
    O que você não pode comparar num mesmo plano, é a mentira de Centeno, com a ocultação de Núncio e Maria Luís Albuquerque das estatísticas sobre a saída de capitais.
    No primeiro caso estamos perante uma infantilidade de um ministro mal assessorado, que não percebe um “corno” do que é a vida política dentro deste país. Pensava ele, estilo Varoufakis, que esta merda era Harvard. E que isso lhe bastava para ser alguém nesta selva de incompetentes que nos tem governado ao longo de décadas.
    No outro caso decrue fala,estamos perante uma “filha da putice” a toda a prova, de um governo, o anterior, que resolveu “fornicar” toda uma população, com uma espécie de penitência austeritária, redentora dos nossos pecados consumistas, cerca de 62% dos que não se reconheceram neles, enquanto ocultava de forma acintosa, a saída de capitais do país, ainda que obitodos de forma legal, mas fora do quadro legal em vigor, ou seja, publicitando as estatísticas sobre esses valores.
    E fê-lo, não por negligência. Não por patriotismo. Mas por aquilo a que Pacheco Pereira, esse esquerdista revolucionário do PSD, que não alinha em TINA’a mal paridas, afirmou:
    Ocultar da maioria dos cidadãos, que afinal esta crise não estava a ser paga por todos, mas só pelos do costume.
    E isso, é mesmo uma grandessissima filha da putice, não tenha dúvidas.

    • espécie de penitência austeritária, redentora dos nossos pecados consumistas,

      Nossos pecados como quem diz, porque não foi o crédito particular que fez o país descambar, nem tão pouco uma bolha imobiliária. O que na realidade deu cabo do país foi o peso do Estado nas suas múltiplas vertentes, associado aos do costume… Veja-se o BES, a promiscuidade que não foram as PPP’s, os negócios da PT e demais grandes empresas, as construtoras, as obras do regime. E digo mais, a falência de Portugal não é obra exclusiva do Sócrates, aquilo vem do Cavaco, atravessou Guterres, Durão, Santana Lopes enfim, nem se deve ter apercebido, para finalmente chegar a Sócrates…
      Estavam lá todos, um verdadeiro festim dos chacais!!! Por isso é que quero menos Estado…

      • joão lopes says:

        o Centeno mentiu,só que acontece que muita gente desconfiou desta perseguição ao homem feita de forma sinistra pela direita…pois,aí está o resultado.e na verdade os partidos da AR saem todos chamuscados,e é assim que aparecem os famosos populismos(ou seja,mais estado ou menos estado,o que eu não quero é putins,trumps ou le pens):e atençaõ que o trump é um empresario privado(agora presidente criança,como já toda a gente percebeu)

      • ... 25 deAbril...onde estás?. says:

        Deixa lá de dizer aldrabices, já sabemos que a culpa é do Sócrates o Kavacu (bufo) é que é à direitas…

      • JgMenos says:

        Almeida…
        A mamadeira é a alma da esquerda!
        Quem lhes ameaça a mamadeira é inimigo declarado.

        • José Peralta says:

          Ora aí estão duas almas gémeas, jgmenos e antónio de almeida !

          Mas já não conseguem enganar ninguém sobre “mamadeiras”…

          E “mamadeira” ameaçada, é a direitalha que “já sente” o leite a esvair-se “lá pelo rego”…

          Habituem-se, aguentem, aguentem, porque a “mamada”… vão fazê-la aos salgados, espíritos santos, e quejandos…

          Apertem-lhes “úbere” qua ainda “há-de escorrer” !

    • Terá sido uma armadilha bem urdida pelo clube da banca, aproveitando o voluntarismo e ingenuidade Politica do Ministro Centeno, que o levou a cair na armadilha???? assim parece.

  5. Rui Mateus says:

    O probleminha não é o Estado como coisa inócua, mas sim o sistema, o capitalismo e este Estado gere este sistema. O exemplo são os bancos falidos, e os empréstimos feitos por estes bancos e que o simples cidadão está a pagar…

  6. A.Silva says:

    Topa-se que o almeida é amigo do jacinto leite capelo rego.

  7. É curiosa a insistência da direita no fato de o fisco ter 12 anos para recuperar eventuais impostos não cobrados, como se fosse só pedir que pagassem e pronto.
    E os impostos sobre os lucros entretanto auferidos?
    As imparidades dos Bancos estão dentro dos prazos de cobrança, mas vão cobrá-las como?
    A haver marosca não seria para evitar a investigação da origem do dinheiro transferido?
    Porque é que o personagem Núncio se havia de lembrar disto?

  8. atento às cenas says:

    o núncio que nunca mentiu que atire a primeira marilu

  9. Jorge says:

    Continua a desonestidade intelectual… adeus Aventar!

    Comparar uma conversa privada com a fuga ao fisco de 9.8 Mil Milhões de €, é o cúmulo da estupidez.

    Ainda se atrevem a dizer: “ah e tal, não faz mal, o fisco tem 12 anos para recuperar” – mas então e se o governo PSD e CDS tivesse continuado no poder, M.L.Albuquerque tivesse continuado Ministra das FInanças, e P.Núncio tivesse continuado a “comandar” o fisco?

    O pedido foi feito: trocar o vigarista do António de Almeida por alguém que dê as suas opiniões de direita de forma intelectualmente honesta, ao nível do restante grupo do Aventar.

    O pedido não foi atendido. Portanto adeus Aventar!

  10. Valha-o Deus, António Almeida. Cada cavadela, cada minhoca, você bem se esforça tentando tirar partido de um deslize de Centeno que recém chegado à política ainda não tinha percebido que estava rodeado de vermes. Se quizer ser intelectualmente honesto terá que perceber uma coisa. A melhor forma de enganar um vigarista é prometer-lhe a Lua e ele acreditar. De certa maneira foi o que aconteceu pois o dito senhor de certa maneira queria comprar a Torre dos Clérigos o que como sabemos é manifestamente impossível. Quanto ao termo abjecto de FdP que usa infelizmente tivemos vários no governo anterior e que nos custaram os olhos da cara.

  11. António Almeida, duma vez por todas, saia do armário e diga claramente ao que anda.

  12. JgMenos says:

    A esquerdalhada está ufana da sua barricada alargada e servida por filhos da puta de reconhecida qualidade e caceteiros de primeira ordem!
    Isto de comissões de inquérito com audições condicionadas é nada comparado com os julgamentos plenários que, esses sim, lhes encheriam a alma!

    • Nascimento says:

      Estás a ver o espelho grande que tens em casa e que reflete a tua imagem e da tua família?Estás? Pois são esses os F.d.P.?Não são?

    • José Peralta says:

      jgMenos

      Não é que me sinta atingido, mas uma coisa que tenho como ponto de honra, e de que muito me orgulho, é de não ofender de nenhuma forma, o bom nome dos progenitores de quem comigo se confronta !

      E tenho a certeza de que a Senhora sua Mãe, não teve nenhuma culpa da direitalha asquerosa, cuja barricada caceteira e canalha o filhinho integra e serve…

      Ou tem ?

      E tê-lo parido, não se me afigura culposo…que Deus a livre e proteja !

  13. Ausente52 ou Orfão Partidário says:

    Graças a Deus que sou……

  14. Ferpin says:

    A frase parece ser de Kissinger e acerca de Pinochet.
    Folgo em ver que no seu código ético, saber se o grau de garantias escritas/verbais do centeno ao Domingues, versus as suas declarações sobre erros de percepções, estão ao mesmo nível de um tipo da cor certa (a direita) meter 30 ou 40 mil tipos num estádio e tirar-lhes a tosse.
    Eu, estou preparado para afirmar, que qusndo o passos, a mseia Luís, o portas, agora o núncio estiverem na cadeia, junto-me a si a pedir a cabeça do centeno por no minimo ter feito habilidades com o conceito dr “garantir” em sms.
    Até lá, ide-vos f@d€r.

  15. Paulo Só says:

    Não sei por que comparar duas notícías cuja única relação é a simultaneidade, e daí tirar ilações que vão até ao Salazar, mas não para trás. O chamado caso Centeno é uma vendetta pessoal do Sr Domingues, não tem a mínima consequência nem gravidade pública. Já o mesmo não podemos dizer da questão da AT, onde não é a primeira vez que a gestão do Sr Núncio e Sra Albuquerque são apontadas. Concordo que está a haver muita amálgama nesse caso, mas as consequências, tudo aponta para isso, serão gravíssimas, até porque ao contrário do que se diz a quantia é quase 30 mil milhões e não 10. Em ambos os casos, já que os quer misturar, veremos o que dirá a justiça. Ao que eu saiba esta só abriu investigações no segundo caso, não é? Compreendo que os apoiantes dos grandes empresários nacionais, e liberais, Passos Coelho e Cavaco estejam ulcerados, mas não é bonito perder a compostura entre amigos que vos acolhem. A educação manda escolher o recolhimento para sarar as feridas. E aguardar a justiça. Dos homens, claro.

  16. Alberto Dias says:

    Por palar em “Filho da Puta”, o dele, um poema do meu conterrâneo Alberto Pimenta, que dedico ao autor presente “post”, que para mim assinala o “enterro” do AVENTAR!

    * Discurso do filho da puta
    “O pequeno filho da puta
    é sempre
    um pequeno filho da puta;
    mas não há filho da puta,
    por pequeno que seja,
    que não tenha
    a sua própria
    grandeza,
    diz o pequeno filho da puta.
    no entanto, há
    filhos-da-puta que nascem
    grandes e filhos da puta
    que nascem pequenos,
    diz o pequeno filho da puta.
    de resto,
    os filhos da puta
    não se medem aos
    palmos,diz ainda
    o pequeno filho da puta.
    o pequeno
    filho da puta
    tem uma pequena
    visão das coisas
    e mostra em
    tudo quanto faz
    e diz
    que é mesmo
    o pequeno
    filho da puta.
    no entanto,
    o pequeno filho da puta
    tem orgulho
    em ser
    o pequeno filho da puta.
    todos os grandes
    filhos da puta
    são reproduções em
    ponto grande
    do pequeno
    filho da puta,
    diz o pequeno filho da puta.
    dentro do
    pequeno filho da puta
    estão em ideia
    todos os grandes filhos da puta,
    diz o
    pequeno filho da puta.
    tudo o que é mau
    para o pequeno
    é mau
    para o grande filho da puta,
    diz o pequeno filho da puta.
    o pequeno filho da puta
    foi concebido
    pelo pequeno senhor
    à sua imagem
    e semelhança,
    diz o pequeno filho da puta.
    é o pequeno filho da puta
    que dá ao grande
    tudo aquilo de que
    ele precisa
    para ser o grande filho da puta,
    diz o
    pequeno filho da puta.
    de resto,
    o pequeno filho da puta vê
    com bons olhos
    o engrandecimento
    do grande filho da puta:
    o pequeno filho da puta
    o pequeno senhor
    Sujeito Serviçal
    Simples Sobejo
    ou seja,
    o pequeno filho da puta.

    II

    o grande filho da puta
    também em certos casos começa
    por ser
    um pequeno filho da puta,
    e não há filho da puta,
    por pequeno que seja,
    que não possa
    vir a ser
    um grande filho da puta,
    diz o grande filho da puta.

    no entanto,
    há filhos da puta
    que já nascem grandes
    e filhos da puta
    que nascem pequenos,
    diz o grande filho da puta.
    de resto,
    os filhos-da-puta
    não se medem aos
    palmos, diz ainda
    o grande filho-da-puta.
    o grande filho da puta
    tem uma grande
    visão das coisas
    e mostra em
    tudo quanto faz
    e diz
    que é mesmo
    o grande filho da puta.
    por isso
    o grande filho da puta
    tem orgulho em ser
    o grande filho da puta.
    todos
    os pequenos filhos da puta
    são reproduções em
    ponto pequeno
    do grande filho da puta,
    diz o grande filho da puta.
    dentro do
    grande filho da puta
    estão em ideia
    todos os
    pequenos filhos da puta,
    diz o
    grande filho da puta.
    tudo o que é bom
    para o grande
    não pode
    deixar de ser igualmente bom
    para os pequenos filhos da puta,
    diz
    o grande filho da puta.
    o grande filho da puta
    foi concebido
    pelo grande senhor
    à sua imagem e
    semelhança,
    diz o grande filho da puta.
    é o grande filho da puta
    que dá ao pequeno
    tudo aquilo de que ele
    precisa para ser
    o pequeno filho da puta,
    diz o
    grande filho da puta.
    de resto,
    o grande filho da puta
    vê com bons olhos
    a multiplicação
    do pequeno filho da puta:
    o grande filho da puta
    o grande senhor
    Santo e Senha
    Símbolo Supremo
    ou seja,
    o grande filho da puta.”

    *Alberto Pimenta
    http://triplov.com/poesia/Alberto_Pimenta/Filho-da-puita/index.htm

  17. Não querer mostrar rendimentos não é de filho da puta. É de alguém que não percebe certas necessidades e obrigações cívicas e políticas de transparência. Deixar fugirem dez mil milhões de euros sabendo o que se estava a fazer é de filho da puta. Querer misturar as duas coisas como se fossem equivalentes mostra falta de carácter ou demasiado tempo a justificar o injustificável e falta de discernimento.

  18. Aos comentadores
    Ao que parece vai por aqui uma confusão enorme, que me sinto obrigado a esclarecer:
    1 – Não chamei filho da puta a quem quer que fosse. Quem me lê sabe que sou frontal, mas não é a minha forma de ser e estar…
    2 – Citei uma frase que em rigor não se sabe se terá sido proferida, mas que é atribuída a um Presidente norte-americano, sobre o que pensava a respeito de um ditador. Que se aplica que nem uma luva a Portugal em 2017.
    3 – O que pretendi criticar aqui foi a lógica de barricada que se instalou em Portugal. Para muita gente, quer à esquerda, quer à direita, os factos já não importam. É dos nossos? Pode ser o pior de todos, mas vamos defendê-lo. E isso tem sido bem visível pelos comentários.
    4 – Quero lá saber se é metade do país, um pouco mais, um pouco menos em cada lado da barricada. Quero mesmo saber o conteúdo dos SMS. E se o ministro mentiu, temos pena… O mesmo princípio na questão dos offshores. Apurem-se os factos e retirem-se consequências.
    5 – E se no meio desta trapalhada toda existirem questões do foro judicial, que sejam levadas à Justiça.

  19. A frase original – do americano – falava de verdadeiros filhos da puta. Aqui temos uma situação de filhos da puta e uma situação de chicos espertos. Misturar as duas questões e sugerir que a não aceitação de misturar um sms infeliz de conteúdo inacietável na negociação de um posto de trabalho com dez mil milhões de euros em offhsores no auge da crise é um mero Benfica-Sporting ou um Sporting-Benfica é querer fazer dos outros parvos (como aliás foi dito publicamente por Pacheco Pereira, que às vezes tem razão). Ou então de quem tem falta de discernimento.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s