Degrau a degrau…


Um terço da população escolheu o mal. Já ouvi dizer que não se deve culpar o eleitorado; que as políticas até aqui seguidas é que estão a conduzir a este cenário. Em primeiro lugar, chegámos até aqui como resultado de políticas que foram votadas. E, em segundo lugar, o poder é do povo – por enquanto. Use-se.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Em 2002 Jacques Chirac foi eleito à segunda volta contra Jean Marie Le Pen, com 82,21% dos votos. Lionel Jospin tinha sido afastado da segunda volta das eleições, ficando atrás do líder da Frente Nacional, o segundo mais votado.
    Desta feita, Emanuel Macron obteve 65% dos votos, contra 35% de Marine Le Pen.
    Já nessa altura, muitos franceses tiveram-me optar pelo mal menor, e votaram em Chirac com o slogan : “Votez escroc, pas facho!” (“Vote no escroque, não no fascista!”)
    Era bom que olhássemos para os números, hoje. A Frente Nacional subiu para mais do dobro, o seu eleitorado. O pai teve pouco mais de 17%, e a filha obteve 35%.
    Se não acordarem, daqui a cinco anos não se queixem!

  2. Pedro says:

    Um terço da população escolheu o mal? Cruzes credo! Descontando agora a terminologia meio star wars, as contas estão muito mal feitas.

  3. Pedro says:

    População: 67 milhões
    Inscritos para votar 47 milhões
    Votantes: 35 milhões
    Macron: 20 milhões
    Le Pen: 10 milhões.

    Transformar isto em “um terço escolheu o mal” é muito imaginativo.
    Mas ainda na véspera lia comentários muito sérios que admitiam o risco da vitória da Le Pen. Como custa muito admitir agora o óbvio, que o Macron teve o dobro dos votos e que, por isso, esse risco esteve sempre muito longe, faz-se estes números.

    • Tem razão nas contas que faz. Houve muita abstenção; crianças não votam; etc. Sendo um cartoon com legenda, não é para ser lido literalmente, mas sim para representar o crescimento que a extrema-direita tem tido. Em todo o caso, na segunda volta, quem não votou explicitamente (isto é, quem não foi meter o X no boletim) também votou – neste caso delegando a decisão nos outros e dos outros, 35% disseram sim à Le Pen.

      Mesmo olhando para os números absolutos, 10 milhões de votos na Le Pen é uma enormidade.

  4. Pedro says:

    Mais uma coisa, para terminar, para avaliarmos a onda do mal que assolou a França: a França tem 101 départements. Só em dois ganhou a Marine.
    http://www.lemonde.fr/data/france/presidentielle-2017/

  5. Dr. Pimba says:

    4 milhöes de votos brancos e nulos (11,5%) do total, mais 3 milhöes que na primeira volta, e mais 1,5 milhöes de abstencionistas que na 1.a volta.
    Aposto que säo 4,5 milhöes de entre os 7 milhöes de votantes em Melenchon

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s