Os políticos vivem quase exclusivamente de corrupção e tráfico de influências


Perdoem-me, tive um momento André Ventura e não resisti ao facilitismo da generalização. Sim, eu sei que nem todos os políticos são corruptos ou traficantes de influências, mas é que são tantos a corromper e a ser corrompidos, tantos envolvidos no tráfico de colarinho branco, tantas luvas, tantos robalos, tantos favores e tachos, tanta promiscuidade nas nomeações, nas danças de cadeiras, nas obras públicas e nas grandes compras do Estado, tantos negócios viciados para amigos, familiares, antigos e futuros empregadores, que, estou certo, se a Aximage se sai com uma sondagem sobre o assunto, 98% da população acabará por concordar comigo. Os outros 2% são políticos e vivem mesmo quase exclusivamente da corrupção e do tráfico de influências. À beira deles, até o mais perigoso cigano se assemelha a um menino de coro. Corremos com os gajos?

Comments

  1. Ana A. says:

    Claro!
    Corremos com os gajos (mas corremos mesmo), com os que já foram apanhados a prevaricar, e renovamos a “frota” até a constatação da existência de novos prevaricadores!
    E isto, enquanto não formos capazes de como sociedade parir, apenas e só, gente íntegra e amantes da ética para a mui nobre arte da política!

  2. JgMenos says:

    Onde para a lei do enriquecimento sem causa aparente?

    Quanto ao tráfico de influências, sempre haverá: onde há decisões há escolhas; numa escolha sempre haverá dados subjectivos.

  3. Fernando Manuel Rodrigues says:

    Mas então isso não é culpa do machismo e da xenofobia? Aposto que todos os corruptos são homens e brancos. Corremos com todos os homens brancos e pronto.

  4. paulo range says:

    o fernando rodrigues é outro daqueles que acha mal que se critique o machismo e a xenofobia. portanto, é um machista e xenófobo.

    • Fernando Manuel Rodrigues says:

      Claro – é a velha máxima do “quem não é por mim é contra mim”. Sou, portanto, um dos candidatos a ser corrido… LOL

      Já o Paulo Range, um dos PCs (politicamente correctos) de serviço, fica isento, porque é um “imaculado”.

      Mas afinal os corruptores e corrompidos são ou não são maioritariamente homens e brancos? Está-se mesmo a ver de quem é a culpa…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s