A chantagem de António Costa

Não peço apoio aos partidos da geringonça que viabilizam o governo na A.R. com o apoio parlamentar, porque sei que discordam da minha posição. Mas caso os partidos da oposição não concordem comigo, demito-me! É esta a chantagem a que o governo de vendedores de banha da cobra sujeitou hoje o país.

Comments

  1. SAUDADE says:

    Que saudades do tempo do Sécrates. Direita e esquerda do PS unidas contra o governo. Deu bons resultados.

    • Paulo Marques says:

      Deu que a Alemanha governou o país, versus a alternativa de a Alemanha governar o país

  2. Paulo Marques says:

    A hipocrisia não é para aqui chamada. Mas a semana passada podia também podia ter criticado o governo…

  3. António de Almeida says:

    Caríssimo, eu critico o governo praticamente desde que tomou posse…

    • Paulo Marques says:

      Eu não falo de criticar por não fechar os serviços públicos todos, isso já a gente sabe que discorda. Mas podia ter criticado a hipocrisia a semana passada, só não convinha.

      • António de Almeida says:

        Tem dúvidas que esta demissão é quase irrelevante, mas benéfica para o PS? Em primeiro lugar as eleições serão na mesma em Outubro, ou no máximo antecipadas para Setembro. Em segundo lugar, demitindo-se no dia 15, fará com que a questão da passada semana seja chutada para a próxima sessão legislativa…

  4. Fernando Manuel Rodrigues says:

    O PSD cometeu “hara-kiri” político, e deu ao PS a possibilidade de obter uma maioria confortável, senão mesmo a maioria absoluta.

    Da parte da extrema-esquerda assistiu-se à demagogia já habitual. E não me venham cá com argumentos àcerca dos milhões para os bancos. Por muito injusto que isso possa ser, são uma despesa única. O que aqui está em jogo é a assunção de responsabilidades de milhares de milhões PARA SEMPRE.

    Voltamos ao desvario socrático ou cavaquista (o famoso “monstro”).

    O PS o que tem a fazer é demitir-se e devolver a palavra aos portugueses. Veremos então…

    • Margarida Vieira says:

      Concordo em absoluto consigo Fernando Manuel Rodrigues. Nao percebo como se pode concordar com a ideia de satisfazer o Sr. Mario Nogueira, que deixou de ter razao ha muito tempo. Mas queremos mesmo ser sempre uns tesos??? Atras dos prof. veem mais os outros todos. Tudo funçao publica. E os privados e os reformados, quem lhes repoe tudo aquilo por que passam??? Seriamente, acho completamente vergonhoso que se defenda uma classe, em detrimento das outras. Independentemente de acharem que ha jogo politico.

      • Paulo Marques says:

        Não percebe porque acredita no que lhe dizem.

      • Julio Rolo Santos says:

        Se hipoteticamente o Euromilhões dos professores fosse avante por qual optaria Mário Nogueira, como sindicalista ou como professor? É só uma dúvida minha.

  5. António de Almeida says:

    O PSD, partido no qual não irei votar em circunstância alguma, só cometeu hara-kiri se vencer as eleições. De contrário passou uma batata quente ao PS, porque mesmo que ganhe e até que seja com maioria absoluta, sinceramente duvido, terá um problema para resolver.
    Conhecendo o PS, em especial o dr. António Costa, pessoa capaz de afirmar que existem vacas voadoras e mesmo assim ser seguido por uma legião de crentes, não deve ser um problema por aí além, este é o governo dos milagres…

    • Paulo Marques says:

      O político com mais experiência em chutar para canto não terá grandes problemas com isso.

  6. Luis says:

    😂😂😂😂😂😂
    Tantos cómicos pá!


  7. Não se trata de chantagem de António Costa, ” pessoa capaz de afirmar que existem vacas voadoras e mesmo assim ser seguido por uma legião de crentes”, como diz A.de Almeida,

    e de uma enorme inteligência e experiência política .

    Esperem para ver : )

    Porque tudo isto
    …si non e vero e bene trovato !!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.