Ainda o caso “peste grisalha”

Condenado por delito de opinião, António Figueiredo e Silva acabou a pagar ao deputado Carlos Peixoto 3000 euros, como se constata na seguinte cópia do cheque.

O caso seguiu para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, do qual, possivelmente, tal como aconteceu nas quase duas dezenas de vezes anteriores,  resultará a condenação do Estado Português, sem que os juízes envolvidos na violação dos direitos do cidadão sejam incomodados. Entretanto, ao sensível deputado já os três mil euros ninguém tira.

Seguem-se as palavras do condenando sobre o assunto. [Read more…]

Uma pausa para café

Nos últimos tempos não tenho estado tão activo como costume na blogosfera. Confesso, ando em “serviços mínimos”. Não estando “ainda” de férias é uma espécie de fase “sorna”.

Nos próximos 15 dias vou estar como o outro, a “andar por aí”. Assim, a convite do Delito de Opinião terei um texto sobre o “meu” Porto; desafiado pelo Rodrigo vou “PiaR” uma posta  sobre comunicação e em breve vou escrevinhar umas coisas pelas bandas do “Estrolabio” enquanto a auto-estrada “A1 blogue” sem portagens ligando o Norte ao Sul não abre aos utentes (lá para o Outono se tudo correr como desejado e com uma equipa de luxo!).  Já no Albergue, depois do jantar maravilhoso (e não glorioso) da passada semana (que bem que se come no “Clube de Jornalistas”) tudo se conjuga para mais uma escapadela gastronómica em Setembro, em terras do Douro, marcando a reentré da blogolândia política. Por falar em AE, a não perder o fantástico trabalho de Luís Naves,  “A Caminho da República“. Já no nosso Aventar, estou ansioso para começar a ver os nossos rapazes e as nossas raparigas a postar sobre o novo ano lectivo que se avizinha sem esquecer a revisão da Constituição e a Liga que está quase, quase (este ano não escapa!).

Falando no Rodrigo e no seu PiaR, estive na sua última “PR After Work” e só posso enaltecer a qualidade da iniciativa. E sim, caro Rodrigo, o desafio está aceite, vamos então organizar uma “Oporto PR After Work” aqui na Invicta e tu não podes faltar!

Boas Férias – em Portugal, por solicitação do M.I. Presidente da República…

Destra Sinistra, 5 de Abril

Uma coisa de outro mundo, o discurso da deputada Cidinha Campos (as palavras e o nome Cidinha) que eu encontrei no Corta-Fitas pela mão do Pedro Quartin Graça e comentado de forma soberba no Delito de Opinião pelo Luís M. Jorge. Aproveito e deixo o vídeo, um momento absolutamente gloriosa.

No Blasfémias, pela mão de PMF, ficamos a saber que temos um momento Scolari revisitado. Como os compreendo. Até eu, prefiro ir de compras a Tuy que a Valença mesmo gostando de passear dentro das suas muralhas. É o IVA mais baixo, é o almoço mais barato, é o gasóleo em promoção e é a mercearia a metade. Pobre país. Triste destino.

No Albergue saúdo a nova aquisição, o Rodrigo Saraiva que imitando o nosso Osório, começou logo com uma entrada a pés juntos. Olé!

Duas seguidas…

…sem tirar, da concorrência (mas da boa):

Realmente, não se percebe, caro Paulo.

Crise? Deixem lá, a malta dos €550/mês paga, caro Pedro.

PSD: "Directas" ao assunto

Tal como há muito se tinha afirmado no Aventar, Aguiar Branco junta-se a Passos Coelho na corrida à liderança do PSD. E não foi por acaso que há duas semanas se sublinhou, igualmente no Aventar, a tentativa de “onda” para um avanço de Rangel. É só lerem o arquivo e/ou andarem atentos ao blog.

Os três candidatos são muito diferentes. Embora todos partilhem algo em comum, assaz curioso, de semelhança com três diferentes figuras do CDS. Se Pedro Passos Coelho é uma espécie de Manuel Monteiro para melhor e Aguiar Branco um Lobo Xavier mais expedito, já Paulo Rangel parece querer ser o Paulo Portas do PSD. E é aqui que, salvo seja, a porca torce o rabo.

Ao contrário de outros, eu não vou relembrar o que disse Rangel durante e após as Europeias sobre uma putativa candidatura sua à liderança. Não. Prefiro um outro registo. A campanha de Rangel nas eleições Europeias foi, reconhecidamente, boa. Mas quando comparada com o cinzentismo da actual liderança. Paulo Rangel foi uma espécie de Paulo Portas pela sua irreverência e inteligência. Animou as hostes, partiu para a luta meio sozinho (quem ainda recorda os primeiros tempos de Portas no PP?) e arrastou o laranjal com muito populismo, soundbites e teve o seu momento Soares/Marinha Grande na história da papa maizena. [Read more…]

Parabéns ao Delito de Opinião

lego

Um blogue que tenho lido com prazer e agrado. E no Aventar não sou o único a olhar o céu.

Destra Sinistra, os blogues que eu leio são melhores que os teus

O CAA, sempre ele, a dar ideias aos mouros:  “Já começaram as negociações entre o Turismo de Portugal, a GALP, a EDP, a Red Bull, o município de Lisboa e a UEFA para que o próximo jogo F. C. Porto – Arsenal se realize na Capital do império”…

CAA no Blasfémias

Por sua vez, FJV chama a atenção para o aquecimento global nestes dias gélidos: “está frio — mas, mesmo assim, é um exagero e uma afronta ao aquecimento global”.

FJV, A Origem das Espécies

O Zé Neves, no blog dos dias da semana, zanga-se com o Pedro Rolo Duarte. Que maldade, O PRD só disse que eles são do BE: “O Pedro Rolo Duarte responde, nos comentários ao meu  post, à crítica que aí fiz ao seu programa. Entende que o insultei e responde-me na mesma moeda”

Zé Neves, 5 Dias

Afinal não é só no Aventar que se ataca o Pai Natal, também o Carlos Barbosa de Oliveira, no cada vez melhor Delito de Opinião: “Detesto o mês de Dezembro. Dias curtos, frios e chuvosos significam, para mim, a antítese da felicidade. Diria mesmo, a antítese da Vida”…

CBO, Delito de Opinião

Bem avisa o Joaquim: “O único problema é que os médicos são os mesmos”.

Joaquim, Portugal Contemporâneo

E assim vai a blogosfera nacional. Toca a postar!

Boas Leituras #1:

Mentalfetaminas – ESTE

A Devida Comédia – ESTE

Delito de Opinião – ESTE

Blasfémias – ESTE

Arrastão – ESTE

Jugular – ESTE

…e continuação de Boas Leituras!

Prémio Just Perfect: Delito de Opinião

Depois do Prémio Lemniscata, que nos foi atribuído pelo Carlos Santos de O Valor das Ideias, acabamos de receber um outro Prémio bloguístico, o «Just Perfect». O Activismo de Sofá teve a amabilidade de ver em nós algo de suficientemente bom para merecer um prémio.

Pois bem, o Aventar, conforme as regras, recebe e reencaminha. Assim sendo, iremos atribuir o Prémio Just Perfect a um único blogue: o Delito de Opinião. Um blogue plural, que não se limita à espuma das notícias e que frequentemente vai mais longe. Gosto daquele blogue.