Águeda: a autarquia em que os direitos cívicos do cidadão ficam à porta

gil-nadais

Já vos aconteceu terem sido bloqueados pelo vosso presidente da câmara municipal depois de lhe terem endereçado algumas perguntas pertinentes na sua página num post relacionado com um assunto de interesse municipal? A situação não é de todo vulgar mas aconteceu-me durante este fim-de-semana. Fui bloqueado pelo excelso Dr. Gil Nadais poucas horas depois de ter feito algumas perguntas pertinentes bem como algumas críticas (colocadas com um espírito de elevação e boa educação) na sua página em relação a este assunto que já me motivou a escrever aqui no Aventar.

[Read more…]

Negócios da Índia

sakhti
Desde o seu planeamento em 2006 que o novo Parque Empresarial de Águeda, o Parque Empresarial do Casarão, obra pensada, projectada e comercializada pelo executivo socialista aguedense, executivo que cessará funções este devido à impossibilidade de Gil Nadais se recandidatar ao cargo, está envolto numa enorme polémica e é motivo de discussão entre os munícipes.

A longa demora nas obras, a falta de empresas interessadas na aquisição de lotes no referido espaço para construir unidades de produção, a desistência verificada por parte do LIDL em ali se sediar com um novo entreposto de mercadorias para a região centro, devido às péssimas acessibilidades rodoviárias de acesso ao Parque, o excessivo despesismo cometido pela autarquia em 2012 na instalação de postes de alta e média tensão no parque quando ainda não existia nenhuma empresa a laborar no espaço, aliada a um forte consumo energético 24 sobre 24 horas da iluminação pública que se verificou desde 2012 até aos dias de hoje, para literalmente nada produzir foram alguns dos problemas publicamente levantados sobre a forma em como foi gerido todo o processo por parte do executivo camarário aguedense.

Porém, os problemas não se resumem ao que acabei de enunciar…

[Read more…]

Autarcas que poderão vir a despedir professores: Gil Nadais

A Câmara de Águeda já terá manifestado vontade política em avançar para o processo de municipalização da Educação.

gilnadais

Gil Nadais, Presidente da Câmara de Águeda (PS)

elsa_corga_1_250_999

 

Elsa Corga, Vereadora da Educação (PS). Professora.

Águeda e os museus (urbanos)

Quando Gil Nadais e a sua pandilha se candidataram pela primeira vez, ao abrigo do Partido Socialista à Câmara Municipal de Águeda em 2005, trataram de utilizar uma das mais célebres pedras de arremesso político em relação à danosa gestão praticada na altura pelo PSD, em particular, pelo presidente da Câmara à altura, Manuel Castro e Azevedo (não cumpriu na totalidade o seu último mandato na câmara em virtude do facto de ter sido acusado formalmente pelo Ministério Público dos crimes de peculato e falsificação de documentos; crimes pelos quais haveria de responder e dos quais seria absolvido anos depois). Afirmavam e ironizavam os socialistas na altura “as colas que não colavam” (O Ministério Público (MP) tinha pedido a prisão efectiva dos arguidos, a quem acusava de terem lesado o município em mais de 250 mil euros, nos finais da década de noventa, através de fornecimentos fictícios de materiais, designadamente tubos (pela ARSOL) e tintas e colas (pela UNICOLA, de Cruz Silva), cujas facturas o presidente da Câmara, Castro Azevedo, mandava pagar), a “colossal dívida herdada num concelho sem obra feita” e a existência na edilidade de um autêntico lobby laranja. [Read more…]