A selecção do Brasil chegou a Saint-Étienne, depois da derrota com o Peru?

«Seleção é derrotada por 1 a 0» (13/06/2016 0:51). «Ambiente calmo em Saint-Étienne à espera da seleção» (13/06/2016 9:05). SeleçãoSeleção?

Deslocados climáticos

543967-des-pakistanais-marchent-sur-une-route-inondee-le-19-aout-2013-pres-de-lahore
© Arif Ali/AFP

19 de Agosto de 2013: um grupo de paquistaneses caminhando por uma estrada inundada perto de Lahore. Segundo a ONG Norwegian Refugee Council, 2013 registou mais 22 milhões de pessoas deslocadas em razão de desastres naturais causados pelas alterações climáticas. Trata-se do dobro de ditos «refugiados climáticos» no Mundo relativamente aos anos 1970, e do triplo se comparados com os deslocados resultantes das zonas em guerra

 

Chávez, o homem que mudou a América

amlatina-pobreza

Eis a poderosa argumentação da extrema-direita contra a Venezuela chavista: a pobreza diminuiu em toda a América Latina. Chama-se ir buscar lá, sair tosquiado, e mostrar a careca. Porque o grande problema para aqueles lados, saudosos de um Videla e de um Pinochet tão amigos da escola de Chicago e do FMI, está precisamente no contributo decisivo de Hugo Chávez para a mudança operada na última década por aqueles lados, onde sucessivamente as velhas ditaduras foram substituídas por governos à esquerda, de um modo geral com uma mera orientação social-democrata. [Read more…]

Reis e chefes no Peru e no Chile

As formas de governo entre as actuais Repúblicas do Peru e do Chile, não eram similares. Conforme o que dizem os historiadores, arqueólogos, geólogos e antropólogos, as formas superiores de governo estavam no que hoje é a República do Peru. Existiam classes sociais e lugares geográficos diferentes para cada actividade. As classes mais baixas habitavam perto do mar e o seu dever era servir a divindade com peixe fresco, como tributo de parte da pesca no território da propriedade do Inca, ou monarquia governante. A divindade Inca era o sol e o seu representante era o governante designado Inca antes do nome pessoal. Ele e a sua família habitavam nas partes mais altas da cordilheira, na montanha nomeada por Machu Picchu.

O Machu Picchu ou montanha alta em língua quechua, por eles falada, não era apenas um sítio geográfico situado a 80 quilómetros ao noroeste da actual cidade do Cuzco e a três mil metros de altitude, era também um emblema de alta hierarquia social das pessoas que a habitavam. Todo o Rei ou Inca tinha direito a dois factos surpreendentes para o pensamento ocidental: podia casar ou unir-se a várias mulheres, todas elas chefiadas pela primeira mulher: a rainha. Os descendentes estavam também hierarquizados. Os da primeira mulher eram herdeiros e o mais velho ou o mais inteligente, devia ser escolhido pelo Rei Inca, como seu sucessor. No entanto, nem sempre a sucessão era pacífica por existirem os preferidos do Rei e os da Rainha e, às vezes, o Inca casava com uma mulher bem mais jovem que todas as outras, estimando-se que o seu filho seria um Rei que saberia governar pois estava em condições de exercer o cargo por um período maior do que qualquer outro. O filho da primeira mulher poderia morrer antes de seu pai. É preciso dizer que os príncipes, futuros Inca, casavam na puberdade dele e da sua mulher. É esta a outra ideia não consonante para ouvidos ocidentais. O Inca apenas podia casar com as suas irmãs como acontecia no Egipto. Forma de manter a linhagem pura e a divindade unificada e não espalhada entre várias pessoas. O Inca não exercia apenas as funções de monarca, era também um Sumo Sacerdote que geria a religião entre a sua família e o seu povo, pelo que, para além de ser reverenciado, era adorado. À passagem do Inca pelas ruas calcetadas, todas as pessoas, mesmo as da família, estavam obrigadas a curvarem-se: ninguém podia vê-lo nem olhá-lo, a não observância destas regras era delito punido com pena de garrote, assim, nenhum quechua conhecia o seu Rei e qualquer tentativa em contrário podia custar- lhe a vida! [Read more…]

Fujimori do Peru, que raio de homem és tu?

25 anos de prisão por violações dos direitos humanos enquanto esteve no poder, e que incluíram raptos e massacres de civis. Foi confirmada pelo Supremo Tribunal a sentença que Alberto Fujimori, ex-presidente do Peru, já tinha ouvido em Abril de 2009.

De Fujimori devem lembrar-se da aparição à Rambo durante o longo sequestro na Embaixada japonesa, que acabou com ele a passear entre os corpos dos sequestradores.

Do que eu melhor me lembro é de um longínquo Herman TSF que começava com esse grito de indignação:

[Read more…]

O peru da compaixão ou como os EUA atiram areia para os olhos do mundo

foto MICHAEL REYNOLDS/EPA

 

O presidente Barack Obama, prémio Nobel da Paz em 2009, que foi há dias notícia por se ter recusado a assinar a convenção internacional que proíbe as minas terrestres, perdoou a vida ao peru escolhido pela Federação Nacional do Peru para a mesa presidencial no almoço do Dia de Acção de Graças.

 

Courage, o peru, vai agora terminar os seus dias no doce remanso da Disneilândia.

Nem outro gesto seria de esperar de um Nobel da Paz.