Portugal Surreal – Passos, Tecnoforma e trafulhice

Quem se sente surpreendido com o recente chafurdar na lama de Pedro Passos Coelho só pode estar a dormir há coisa de 3 anos. Quanto à honestidade do indivíduo já há muito que estávamos esclarecidos e sobre esse lodo chamado Tecnoforma só não viu até agora quem não quis. O que se compreende dada a apelativa oferta de lixo televisivo que vai prendendo tantas mentes neste país. Um tuga tem que ter as suas prioridades, se há cus, parolada e vacaria com força na TV, o país e o futuro podem sempre esperar.

Têm sido dias interessantes no desmascarar desse discípulo de uma longa linhagem de Cavacos e Sócrates. Que o Pedro abria muitas portas já todos sabíamos (leiam a entrevista do Fernando Madeira à Sábado, é reveladora). Que se relacionava com malta suspeita também. Que montou um esquema na blogosfera para destruir Sócrates e chegar ao poder o Fernando Moreira de Sá fez o favor do nos contar. Que deu à luz milhares de boys, mais até que a sua alma gémea Sócrates também não é novidade. O que aparentemente ninguém sabia, tirando aqueles que sabiam, é que este profissional do embuste poderá ter andado a receber umas coroas por fora enquanto deputado em regime de exclusividade. E quem lhe terá fornecido esses trocos? A Tecnoforma pois claro!

[Read more…]

Passos Coelho foi deputado em exclusividade

Passos Coelho assinou pelo seu punho declaração de que estava em exclusividade

Cinco deputados pediram subsídio de reintegração, dois subvenção vitalícia

Deputados e Grupos Parlamentares

A TSF informa que “cinco deputados pediram subsídio de reintegração, dois subvenção vitalícia” mas que a secretaria-geral da Assembleia da República “não divulgou a identidade dos deputados que o pediram”.

A curiosidade levou-me até à casa virtual da democracia, em particular à página “Deputados e Grupos Parlamentares, onde esperava encontrar a lista de deputados nas diferentes legislaturas. Népias, a lista está vazia. Nem actuais nem anteriores deputados. Dado o erro de software (visível na imagem à esquerda), a explicação até poderá ser simples: quem fez este software não previu que pudéssemos estar uns meses sem Parlamento (ó meu deus, como vamos sobreviver assim ingovernados?).

Até poderão estas lista estar noutro endereço mas não as encontrei. Sendo esse o caso, não seria, pelo menos, de incluir um link no “mapa do site”? Sei lá, assim tipo para coiso e tal.