Cinco deputados pediram subsídio de reintegração, dois subvenção vitalícia

Deputados e Grupos Parlamentares

A TSF informa que “cinco deputados pediram subsídio de reintegração, dois subvenção vitalícia” mas que a secretaria-geral da Assembleia da República “não divulgou a identidade dos deputados que o pediram”.

A curiosidade levou-me até à casa virtual da democracia, em particular à página “Deputados e Grupos Parlamentares, onde esperava encontrar a lista de deputados nas diferentes legislaturas. Népias, a lista está vazia. Nem actuais nem anteriores deputados. Dado o erro de software (visível na imagem à esquerda), a explicação até poderá ser simples: quem fez este software não previu que pudéssemos estar uns meses sem Parlamento (ó meu deus, como vamos sobreviver assim ingovernados?).

Até poderão estas lista estar noutro endereço mas não as encontrei. Sendo esse o caso, não seria, pelo menos, de incluir um link no “mapa do site”? Sei lá, assim tipo para coiso e tal.

Comments

  1. Maria Fernandes says:

    Acho que não entendi bem post … A imagem que colocou é de uma caixa de pesquisa, não de um erro de software. Se não colocar nada, nada aparece, porque é o utilizar que têm que definir os critérios de pesquisa. Se colocar a informação da última legislatura ‘XI [2009-10-15 a ]’ e carregar no botão ‘Pesquisar’ aparece uma lista com todos os deputados e a sua situação na Assembleia da República. Eu experimentei e, pelo menos comigo, funcionou…

    Já os critérios de pesquisa que existem relativamente à situção do deputado (sim, também fiquei curiosa!) não permitem ver quem é que pediu o subsídio de reintegração, ou a subvenção vitalícia… as únicas opções que aparecem são:

    Activo — Deputado em funções no momento (para 1 dia específico=230 Deputados);

    Inactivo — Deputado em situação de suspensão de mandato ou que já esteve em funções substituindo outros;

    Efectivo — Deputado eleito na Legislatura;

    Efectivo Definitivo — Deputado que substituiu outro que tenha renunciado ao seu mandato;

    Efectivo Temporário — Deputado que substitui outro Deputado que requereu a suspensão temporária do mandato;

    Suplente — Candidato na Lista Eleitoral apresentada a sufrágio e que não foi eleito;

    Suspenso Eleito — Deputado efectivo que se encontra com o mandato suspenso temporariamente;

    Suspenso Efect Def — Deputado efectivo definitivo que se encontra com o mandato suspenso temporariamente;

    Suspenso Não Eleito — Deputado suplente em funções que está na situação de mandato suspenso temporariamente;

    Impedido — Deputado suplente que por motivo relevante da sua vida pessoal ou profissional não pode substituir temporariamente outros Deputados;

    Renunciou — Deputado que suspendeu definitivamente o seu mandato;

    Por isso, não me parece que o problema seja do software e de quem o elaborou, mas de quem definiu os critérios da informação que é mostrada no site (que não permitem os eleitores/contribuintes saberem a quem pagam o subsídio de reintegração, ou a subvenção vitalícia).

    • jorge fliscorno says:

      Se reparar no fundo da imagem está lá uma null pointer exception, o erro de software a que ne refiro e que, no meu caso, não permite executar a pesquisa. Se consigo funcionou, óptimo. Significa que o erro estará relacionado com a configuração. No meu caso, mesmo que colocasse algo na pesquisa (no nome do deputado, já que as droplists estão vazias), continuaria a dar erro.

      Quanto à informação mostrada, não se percebe, realmente, a razão de não incluir a questão dos subsídios de reintegração (coitados, precisam de ser apoiados no regresso à vidinha; parece que alguns até passam fome e precisam da cantina para jantar…), bem como a subvenção vitalícia. Ou se calhar até percebo …

      • Maria Fernandes says:

        Não tinha reparado no erro, desculpe (vim logo em defesa dos programadores), mas fiquei logo na dúvida que não estaria a ver toda a “paisagem”;-P

        Mas o destaque que queria dar (e que se perdeu com as questões informáticas) é que aparentemente tudo é transparente (até têm uma página que todos podemos consultar!), mas depois, na realidade não colocam lá todas as situações… é que, se colocassem, poderiamos fazer estatísticas, avaliar por nós mesmos, e assim vamos sabendo apenas aquilo que nos deixam através dos media. O que ainda nos vale é a internet, e blogs como este, para termos mais informação, várias perspectivas de a interpretar e oportunidade de debatê-la. Obrigada!

        • jorge fliscorno says:

          Ora, não tem importância, Maria. Estamos entre amigos blogosféricos 🙂 Tem razão na sua análise. Às vezes parece tão transparente e depois…. depois há um filtro do caneco. O exemplo mais paradigmático de que me lembro é o do BASE, o site dos ajustes directos. Quem o tente usar logo percebe que daqui nada de útil se obterá. E, no entanto, tudo lá está. Não fosse o pessoal do transparência PT e nem imaginávamos o regabofe que tem havido com os nossos impostos.

  2. jorge fliscorno says:

    Se reparar no fundo da imagem está lá uma null pointer exception, o erro de software a que ne refiro e que, no meu caso, não permite executar a pesquisa. Se consigo funcionou, óptimo. Significa que o erro estará relacionado com a configuração. No meu caso, mesmo que colocasse algo na pesquisa (no nome do deputado, já que as droplists estão vazias), continuaria a dar erro.

    Quanto à informação mostrada, não se percebe, realmente, a razão de não incluir a questão dos subsídios de reintegração (coitados, precisam de ser apoiados no regresso à vidinha; parece que alguns até passam fome e precisam da cantina para jantar…), bem como a subvenção vitalícia. Ou se calhar até percebo …

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.