O Hip-Hop Improvisa

Estávamos em casa de amigos. O rapazinho, acometido de urgência criativa, pediu papel, lápis e estendeu-se no chão a escrever. Contava sílabas, riscava, corrigia,voltava a riscar, enquanto os adultos conversavam. Às tantas levanta-se, pede uma guitarra, senta-se, ensaia uns acordes (?) e explica o que pretende como acompanhamento. -Acabei de fazer o meu primeiro hip-hop, diz.

Eu só tive tempo para pegar na máquina de filmar e registar o momento ao primeiro take, sem direito a repetição.

Isto passou-se há algumas semanas. O “artista” é meu filho e faz hoje dez anos, um número redondinho. Parabéns, rapaz.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Parabéns! Eu no dia em que fiz dez anos, houve alguem que me disse: Não esqueças este dia nunca mais vais fazer dez anos no dia dez! Uma palavrinha, um momemto de atenção que nos acompanha toda a vida.

  2. Pedro says:

    Obrigado, Luís. Dez aninhos…

  3. maria monteiro says:

    Parabéns ao “artista” e à família do artista.
    O meu filho fez ontem 18anos e amanhã já se vai inscrever numa escola de condução. Como os anos passam depressa

  4. Pedro says:

    É um instantinho e estão maiores que nós ( e por vezes a fazer coisas que nós invejamos já não poder ) . Obrigado, Maria.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.