Eu que (também) não sou de intrigas….

A edição de ontem do Expresso é digna de figurar no Guinness.
Menciona 83 – oitenta e três vezes – o nome do Miguel Relvas em 17 páginas directa ou indirectamente relacionadas com o chamado ‘caso Relvas/secretas’ no primeiro caderno, economia e revista. Um autêntico recorde. Editorial, cartoon do António, Madrinha, João Garcia, D Oliveira, Luís Marques, cartas ao director (incluindo carta da semana), comendador Marques de Correia, seta para baixo no suplemento economia. Só falta acusarem-no do massacre na Síria. E darem-lhe bola preta na crítica de cinema.

A minha dúvida agora é outra. Será que o Expresso está apostado em fazer de Miguel Relvas um Cristo? Eu não quero alinhar em intrigas. Contudo, o Expresso a continuar assim vai fazer mais pela imagem de Miguel Relvas que qualquer campanha encomendada a uma boa empresa de comunicação. Com tanta página dedicada, com tanta “porradinha” no ministro, a malta já começa a considerar que algo de muito estranho se passa. Ainda ontem, numa animada tertúlia, um bom amigo de esquerda afirmava que isto é uma campanha a favor de Miguel Relvas. Independentemente da qualidade do tinto duriense que circulava, começo a ficar tentado a acreditar – aliás, foi ele que se deu ao trabalho de contar as vezes que o Expresso, só nesta edição, se referiu ao ministro.

Como dizia o outro: “No creo en brujas, pero que las hay, las hay“…

Comments

  1. Nuno says:

    Toda a razão… um ministro que se encontra envolvido com agentes secretos que fazem o que bem lhes apetece, não é nada de relevante. Mais, até acho que devíamos estipular o número de páginas e referências ao qual cada jornal tem direito quando se trata de Relvas…

  2. Nabão says:

    Coitadinho do Relvas!
    Quem não o conhece que o compre. Cá por Tomar muitos o conhecemos….


  3. Há muita conversa e cada vez mais mas também cada vez mais de coisas e pesoas que interessam cada vez menos – é o que há
    Caíu um altraleva no Cabo da Roca – isso é que é importante – que não caia nem mate – também com vinho em excesso um condutor de autocarro da Barraqueira não evitou que se defizesse – Marques Mendes fala em promiscuidade – coitado do taco – é preciso gente à porva de bala do ponto de vista moral – coitado


  4. Paulo Portas está tão gordo que parece grávido – pavoneia-se na feira agrícola de santarém empurrando a barriga que já nem aguenta – é preciso lata e falta de memória para dizer o que diz – agora é que defende a PAC – que lata e, como habitualmente, diz as maiores vulgaridades axiomaticamente – não ter vergonha é feio – os portugueses trabalham 155 dias por ano só para cumprir obrigações fiscais – Os transportes têm dívida já só num ano 154 milhões passaram para 316 milhões – 1º trimestre- mais derrapagem nas estradas de Portugal – 3 vezes mais que a 4ª tranche – Refer deve 6.7 mil milhões de euros – médicos lowcost governo abre concurso a empresas que oferecam médicos mais baratos – qualidade e experiânia não é exigido – são mão de obra barata de empresas privadas para depois serem requsitados – parece a história da Man Power – como no futebol portugal tendo os melhores jogadores do mundo “vende-os” para todo os clubes do mundo a ganhar biliões – assim se faz para os médicos – vendem-se para frança e alemanha – segfuro fala muito xatiado mas nem o quero ouvir – o que é que está a suceder ?? Aumentou a pressão da Alemanha para o resgate a Espanha – o aeroporto complementar à Portela – bastonário da Ordem dos engºs critica Portela + 1 – ninguém sabe o que quer e diz – Portela esgota capacidade em 5 anos – Marcha de protesto conta arranque de carris e falam em terrorimo de estado na Lousâ – os meninos não podem ir à escola nem pessoas ao médico – centenas de milhões de euros a arrancar carris – as populações querem a linha – Ponte histórica em risco na zona de Sintra -está tudo a ruir – nem o futebol porque os turcos não se distrairam – o país é um deserto político e cultural e vai caindo atá nas pedras – das pontes – mandem estes decisores para bruxelas

  5. Carlos Sequeira says:

    O Relvas é uma distração… Enquanto se falar do Relvas não se fala de outra coisa. O Relvas é o bombo da festa, em que todos vão bater, para esconder o desnorte do Governo.

  6. Oh carago Relvas nã é o Anti-christo?... says:

    Mas olhe que se não é deve ter o contacto no telemóvel.
    O senhor Relvas tem de evitar que a RTP seja privatizada, depois daqui a uns meses nem damos por ele.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.